Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    17/07/2018

    Terça-feira deve ser mais um dia quente e seco no Estado, prevê Inmet

    A população deve ficar em alerta devido aos baixos índices de umidade do ar, que podem chegar a 20%

    ©Reprodução
    A terça-feira (17) deve ser mais um dia quente e seco em Mato Grosso do Sul, prevê o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Na Capital, o dia amanheceu com céu claro sem nuvens e os termômetros podem chegar a marcar a máxima de 32ºC. A população deve ficar em alerta devido aos baixos índices de umidade do ar, que podem chegar a 20%. O recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) é 60%. A estiagem em todo o Estado já atinge 34 dias.

    O dia deve ser ainda mais quente em Dourados onde a máxima prevista é de 34ºC. Já a mínima não fica abaixo de 18ºC. A mesma temperatura está prevista para a fronteira com o Paraguai, em Ponta Porã onde os níveis da umidade do ar também estarão em baixa e de tarde pode haver nevoa seca.

    A cidade onde o calor pode ser mais forte é Corumbá. No município, os termômetros podem chegar a atingir máxima de 35ºC. A mínima fica em 19ºC e a umidade relativa do ar em 30%.

    Na divisa com o estado de São Paulo, em Três Lagoas o calor também não dá trégua. Lá, o calorão também pode ser de 35ºC. A mínima não fica abaixo de 19ºC.

    Previsão - Parece até brincadeira se levado em consideração as altas temperaturas dos últimos dias, mas segundo o Inmet uma frente fria deve “encostar” no Estado nesta quinta-feira (19).

    Os termômetros que agora marcam mais de 30ºC em todo o Estado poderão a marcar até 10ºC. A sensação térmica será ainda mais significativa, chegando até 0ºC em alguns municípios do sul do Estado.

    No entanto, ainda com a frente fria ainda não estão previstas chuvas para Mato Grosso do Sul e a população deve seguir em alerta com os baixos indicies da umidade do ar.

    Aeroporto – O Aeroporto Internacional de Campo Grande opera sem restrições. Conforme a Infraero Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) não foram registrados atrasos ou cancelamentos nos voos domésticos previstos para está manhã.

    Por: Guilherme Henri


    Imprimir