Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/07/2018

    DEM analisa propostas e decide entre Reinaldo e Puccinelli nesta terça, diz Tereza Cristina

    Partido não abre mão de ter dois deputados no Congresso Nacional

    ©André de Abreu
    A deputada federal Tereza Cristina (DEM) disse, nesta segunda-feira (16), que o Democratas deve iniciar as discussões internas para definir quais caminhos deverá seguir nas eleições de 2018. A deputada lembrou que a legenda estuda duas propostas, ofertadas pelo PSDB e o MDB. E que o aval e um ponto final será dado até esta terça-feira (17).

    "Houve conversa com vários partidos e temos prazo para essas discussões. O DEM não tem candidato a governador e existe essas conversas. Já temos o que cada coligação tem para o DEM e, entre hoje e amanhã, fazermos discussões internas. Espero que até quarta-feira (19) possamos chamar a imprensa e dizer se o DEM vai para A ou para B", explicou a deputada, durante evento realizado no Sebrae nesta manhã.

    Tereza ainda afirmou que o partido vai analisar as propostas rigorosamente e, principalmente, quanto à definição para o número de candidatos ao Congresso: "os partidos precisam ter bancadas expressivas, quanto mais deputados, mais força de conseguir realizações".

    E emendou: "hoje nós temos proposta do PSDB e do MDB para o DEM. Agora vamos fazer discussão interna para bater o martelo. Vamos eleger o maior número de deputados. O DEM não abre mão de ter dois deputados federais. E vamos analisar aqui e é importante, se nós temos condições para vice-governador e senador", finalizou.

    PSDB X MDB

    O deputado federal Luiz Henrique Mandetta, principal líder do partido, disse que o DEM teria "mais espaço" no MDB. Já no PSDB, o parlamentar vê o partido "congestionado" e chances mínimas de se aproximar do PDT do juiz federal aposentado, Odilon de Oliveira.

    Tereza Cristina, a deputada federal, chegou a dizer que o seu partido, se não acertasse alianças logo, estaria disposto a concorrer ao governo estadual com chapa pura, isto é, sozinho. A ideia ainda não prosperou.

    Pelos bastidores, Zé Teixeira, Mandetta e Murilo se reuniram neste domingo (15) com integrantes da legenda e podem anunciar o desfecho da conversa. Zé Teixeira defende que o DEM faça aliança com o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

    Fonte: TopMidiaNews
    Por: Rodson Willyams


    Imprimir