Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    25/05/2018

    TRÊS LAGOAS| Campanha de vacinação contra a gripe termina em uma semana

    Em Três Lagoas, foram vacinadas apenas pouco mais de 13 mil pessoas, o equivalente a 55.71% da população de risco

    ©Divulgação
    A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas, por meio da Coordenação do Setor de Imunização, informa à população, em especial às pessoas que constituem os grupos prioritários de risco, que a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe Influenza – A, iniciada em 23 de abril, termina na próxima sexta-feira, dia 1º de junho.

    No decorrer desta última semana da campanha, a vacina contra a Gripe Influenza-A continua disponível em todas as unidades de Atenção Básica de Saúde, ou seja, em todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e em todas as unidades de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS), assim como na sala de vacinas do Setor de Imunização, no Centro de Especialidades Médicas – CEM.
    ©Divulgação
    Segundo estimativas da SMS, por meio do Setor de Imunização, coordenado pela enfermeira Humberta Azambuja, em Três Lagoas, a população estimada, que constitui a soma das pessoas dos grupos prioritários de risco, é de 23.391 pessoas. Desse total, até sexta-feira (25), apenas 13.030 pessoas haviam sido vacinadas contra a gripe, o correspondente a uma cobertura de 55,71%.

    Até agora, em Três Lagoas, haviam sido vacinados: 6.018 idosos, acima de 60 anos, do total estimado de 10.406, ou seja, 57,83% desse grupo; 709 professores e professoras de um total estimado de 690 profissionais da Educação; 644 gestantes de um total esperado de 1.426 mulheres grávidas; 158 puérperas das 234 mulheres que tiveram bebê recentemente; das 7.482 crianças de mais de seis meses e menos de cinco anos de idade, foram vacinadas apenas 44,45%, o equivalente a 3.326 crianças dessa faixa etária; e dos 3.153 profissionais que trabalham na área de Saúde, 2.175 já foram imunizados com a Vacina Contra a Gripe, representando assim quase 70% do total estimado deste grupo prioritário.

    Além desses grupos, que continuam tendo a oportunidade de se imunizar contra a Gripe Influenza – A, no decorre desta semana, a vacina também está disponível para: povos indígenas; adolescentes e jovens, de 12 a 21 anos de idade, em cumprimento de medidas socioeducativas; população carcerária e servidores do sistema prisional; e as pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente de idade.

    “Para essas pessoas, com doenças crônicas, é importante que providenciem a receita médica, específica para a vacina contra a gripe”, orientou a enfermeira Humberta. “Sem a receita médica em mãos, essas pessoas não poderão ser vacinadas”, ressaltou a enfermeira, coordenadora do Setor de Imunização da SMS.
    ©Divulgação

    ASSECOM


    Imprimir