Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/05/2018

    Senar/MS: Mauricio Saito destaca renovação da força de trabalho para o setor em eventos do programa Seja

    Parceria com a Agropecuária AH possibilita qualificação profissional para estudantes do ensino médio

    ©Divulgação
    O Senar/MS promoveu, nessa terça-feira (14), a cerimônia de encerramento de qualificação profissional e a aula inaugural de aprendizagem das turmas em Administração Rural do Programa Senar Jovem Aprendiz Rural, em Brasilândia, 285 quilômetros de Campo Grande.

    A iniciativa é uma continuidade das ações sociais e pedagógicas executadas pela Agropecuária AH, empresa parceria à instituição e ao Sindicato Rural de Brasilândia.

    O presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito destaca o desafio desse programa. “Segundo informações da Agência Estado, há uma diminuição da informalidade no mercado de trabalho. Por isso, a importância de capacitação, ainda mais quando o assunto são os jovens aprendizes, que renovarão a força de trabalho para o setor cada vez mais crescente.”

    Brasilândia possui o 15º maior rebanho do estado, quantidade acima de 450 mil animais. Outro destaque é para a suinocultura pujante, ocupando no ranking estadual o status de 5º maior produtor de suínos.

    Saito reforçou, ainda, outras ações educacionais do Sistema Famasul na região, como o Programa Agrinho. “Estamos levando as crianças do ensino fundamental para conhecer o campo. É preciso que a cidade valorize o trabalho produzido pelo Agro. Por isso, a importância desse programa aqui no município que vai atender quase 2 mil alunos do 1º ao 9º ano, compartilhando conhecimento e levando educação para que o Mato Grosso do Sul seja referência não apenas em produção e produtividade, mas também em qualificação de mão de obra”.

    O curso teve duração de um ano com 880 horas, sendo distribuídas em aulas teóricas, específicas e prática profissional no monitoramento administrativo nos sistema de produção de agricultura, bovinocultura de corte e suinocultura. “Investir em educação é o caminho para transformar o País. A Agropecuária AH tem esse viés social e acredita que parceiras vindouras, como a da Famasul e o Senar, podem levar esse serviço para as pessoas no campo”, afirmou o presidente da empresa, Helder Hofig.

    “Na vida aprendemos todos os dias uma nova lição, e vocês enquanto força jovem não deixem de ter esse espirito de aprendizado, com a natureza, animais e pessoas principalmente, pois só assim a gente cresce”, declarou aos alunos o diretor tesoureiro do Sindicato Rural de Brasilândia, Luiz Waldir Trevisan.

    O secretário municipal de Administração, José Carlos Soriano, que no ato representou o prefeito Antônio de Pádua Thiago, afirmou: “A agropecuária é modelo de empreendedorismo e para nós do município é um privilegio contar com o apoio do Senar/MS e da Famasul no fomento de ações sociais e negócio para Brasilândia”, disse.

    Dayane Alves Lacerda, 17 anos, foi uma dos dez alunos formandos do Seja. A jovem estudante buscou no curso um canal para o futuro dela. “Chegar até aqui foi uma vitória. Aprendi muito sobre o campo, até mais do que pensava em saber. Todo o ensino confirmou minha aptidão para o Agro e vou continuar os estudos para cursar medicina veterinária. O campo é minha vocação”, declara.

    Hugo Nascimento é um dos 11 novos aprendizes, e já sonha alto. “É uma experiência nova que pode mudar meu destino. É o preparo para o mercado futuro, já que quero seguir a àrea da Contabilidade na Administração Rural”, diz.

    Participaram da cerimônia a diretora-secretária da Famasul, Terezinha Cândido, a supervisora regional Leste do Senar/MS, Silmara Gonçalves, o vereador de Brasilândia, Joaquim Martos de Moraes, secretária municipal de Educação, Maria Cristina Damião, e o delegado da Polícia Civil, Thiago Passos.

    Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul 
    Por: Rodrigo Corrêa


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS