Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    19/05/2018

    Recuperação de 126 km de rodovias garante viagem mais segura no leste de MS

    ©Chico Ribeiro
    Na região Leste de Mato Grosso do Sul, viajar ficou muito mais tranquilo, rápido e seguro. A pavimentação das rodovias MS-395 e MS-338, ligando os municípios de Bataguassu, Santa Rita do Pardo e Brasilândia, foi praticamente refeita. A restauração das pistas foi entregue pelo governador Reinaldo Azambuja na segunda-feira (14.5), em um investimento de R$ 88 milhões.

    “Restauramos 126 quilômetros das duas rodovias para dar mais segurança e qualidade no tráfego de veículos”, afirmou o governador. Pavimentadas há 15 anos, as estradas estaduais foram recuperadas com um modelo de engenharia que garante mais durabilidade ao asfalto. “Feito para durar anos”, completou Reinaldo Azambuja.

    O trecho de 66 quilômetros da MS-395, que liga Bataguassu a Brasilândia, é acesso diário de centenas de estudantes que frequentam universidades de Três Lagoas. Já a MS-338, nos 60 quilômetros de Santa Rita do Pardo até Bataguassu, é mais utilizada por caminhões que fazem o escoamento da produção – uma importante via para o setor agropecuário.
    Caminhoneiro Fábio Barbosa ©Chico Ribeiro
    “Era uma estrada feia, bem ruim. Agora está mais que bom, está ótimo”, disse Fabio Barbosa de Souza, 43 anos, sobre a MS-395, entre Santa Rita do Pardo e Bataguassu. Caminhoneiro há 25 anos, ele explicou que sempre passa pela rodovia, transportando calcário, e que a restauração garante segurança para quem transita no trecho.
    Trecho da MS-338 em Santa Rita ©Chico Ribeiro
    O caminhoneiro Anderson Rodrigues, 27 anos, contou que a rodovia não tinha nem mesmo sinalização, mas que tudo mudou com o investimento do Governo do Estado. Ficou mais fácil transportar gado para o frigorífico. “Era bem ruim, esburacada e não tinha sinalização. Tinha bastante acidente também. Hoje está bem boa. Dá para viajar tranquilo”, reforçou.


    Caminhoneiro Rubens Júnior ©Chico Ribeiro
    Morador de Santa Rita do Pardo, Rubens Muchão Junior, 33 anos, também é caminhoneiro e transporta gado. Ele compartilha a opinião dos colegas de profissão. “Melhorou muito, 100%. O asfalto ficou muito bom, a pintura está bem visível e tem guard rail onde precisa”, falou.

    Juntas, as duas rodovias receberam investimentos de R$ 88 milhões ©Chico Ribeiro
    Investimento

    Na recuperação da MS-395 foram aplicados R$ 44,3 milhões de recursos próprios do Estado. Na MS-338 foram R$ 43,5 milhões. Os trechos receberam uma camada de concreto usinado quente – revestimento utilizado nas estradas brasileiras para corrigir falhas e melhorar as condições de tráfego. Rotas de famílias, estudantes e trabalhadores do setor produtivo, as rodovias estão modernas e seguras. 

    Veja mais fotos.

    Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
    Por: Bruno Chaves e Paulo Fernandes – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS