Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    27/03/2018

    Cabo Almi reprova proposta do governo de 3,04% de reajuste para servidores do estado

    © Divulgação/ALMS
    O deputado Cabo Almi (PT) presidente da Comissão de Segurança Pública e Defesa Social e membro da CCJ – Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, em pronunciamento hoje (27/03) cobrou do governador Reinaldo Azambuja(PSDB) o compromisso que fez para se eleger governador, dizendo que iria tratar com respeito os servidores públicos do Mato Grosso do Sul. 

    O parlamentar que na reunião de ontem entre os representantes do governo e os representantes do Fórum dos Servidores, que congrega 32 categorias, foi oferecido apenas 3,04% de reajuste salarial. Isso é uma vergonha, uma falta de compromisso, haja vista que esse governo pagou até agora um misero abono de R$200,00 (duzentos reais) sem reajuste e no ano passado, um reajuste de apenas 2,94%, muito abaixo da inflação do período. 

    Para Cabo Almi, o governador Reinaldo Azambuja vai terminar o seu governo com a marca do pior governador do Estado para os servidores públicos. Ele não permitiu se quer, repor a inflação do período do seu governo, impondo um verdadeiro empobrecimento aos trabalhadores do Estado e suas famílias, sobretudo os da segurança pública, composta por PMs, Bombeiros Militar, Polícia Civil e Agentes Penitenciários. 

    Os servidores estão decepcionados, peço que o governo faça uma proposta coerente com no mínimo a correção da inflação dos últimos anos de seu governo e pare de falar que está pagando em dia a folha de salários, pagar em dia, é uma obrigação e um dever do governo, asseverou Cabo Almi. 

    Fonte: ASSECOM 


    Imprimir