Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    07/02/2018

    Renato Câmara pede agilidade na recuperação da MS-475

    Deputado estadual Renato Câmara apresentou indicações cobrando do governo do Estado melhorias em quatro municípios © Toninho Souza
    Na primeira sessão ordinária de 2018, o deputado estadual Renato Câmara (MDB) apresentou indicação nesta quarta-feira (7) na Assembleia Legislativa, solicitando providências da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) para a recuperação imediata da rodovia MS-475, que dá acesso ao município de Novo Horizonte do Sul. 

    A rodovia está interditada há 20 dias, na região conhecida como “Toco do Ipê”, após o desmoronamento de parte da lista. Conforme o deputado, o problema tem deixado à população da região praticamente ilhada, já que a MS-475 é a única via pavimentada de acesso a MS-141, rodovia que liga Novo Horizonte do Sul a Ivinhema e a outros municípios da região. A interdição também está prejudicando o escoamento da produção agrícola. “Além de trazer riscos de acidentes, a interdição daquele trecho prejudica demais a vida da população. Estamos solicitando mais agilidade por parte do Estado, no intuito de acelerar às obras de recuperação da pista e liberar o trânsito o mais rápido possível para os moradores de Novo Horizonte do Sul e região“, destacou Renato Câmara.

    MUNICÍPIOS

    Renato também cobrou do governo do Estado a recuperação da rodovia MS-160, no trecho que os municípios de Tacuru e Sete Quedas. As condições de tráfego na rodovia foram prejudicadas com o aparecimento de diversos buracos ao longo do trecho, após o período de chuva durante o mês de janeiro. O deputado apresentou ainda indicação solicitando à Secretaria Estadual de Saúde a destinação de recursos para a reforma do prédio que abriga a unidade de saúde do distrito de Bocajá, em Douradina, além de cobrar a destinação de recursos para a realização da reforma dos banheiros do ginásio municipal de esportes de Ivinhema.

    Fonte: ASSECOM
    Por: Henrique de Matos


    Imprimir