Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    05/02/2018

    Mudanças são necessárias para que Previdência não quebre, diz Meirelles

    Previsão é que proposta comece a ser analisada no próximo dia 19.

    © Stringer
    O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que o Brasil ainda está longe de ser obrigado a reduzir valores ou cortar benefícios previdenciários, como aposentadorias e pensões. Mas, segundo ele, mudanças na legislação são necessárias para evitar que a Previdência quebre, como já ocorreu em outros países.

    “Como sabemos, existem países que já tiveram dificuldades para pagar os benefícios e tiveram que sair cortando o valor das aposentadorias”, disse o ministro, ao deixar o Palácio do Jaburu, em Brasília.

    No último domingo (4), ele se reuniu com o presidente Michel Temer e com o relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA).

    A previsão é de que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que altera as atuais regras previdenciárias, comece a ser apreciada em plenário no próximo dia 19. 

    Fonte: NAOM - Com informações do Portal Brasil.


    Imprimir