Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    13/01/2018

    Prefeitura oficializa prazo maior para pagar IPTU com desconto de 20%

    Município também validou a suspensão do lançamento da taxa de lixo no imposto

    Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)
    A prefeitura de Campo Grande oficializou em uma edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) a prorrogação do prazo de pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) com 20% de desconto para 23 de fevereiro.

    Semana passada, o prefeito Marquinhos Trad (PSD), que está de férias até quarta-feira (17), anunciou a extensão do prazo e a suspensão da taxa de lixo - que provocou muitos questionamentos em relação aos valores altos.

    Na edição extra de ontem, o município também oficializa a suspensão do lançamento da taxa, conforme havia sido anunciado. O procurador jurídico da prefeitura, Alexandre Ávalo, explicou que a medida é administrativa e necessária para cumprir o que o chefe do Executivo municipal anunciou.

    Contudo, ainda se faz necessária a aprovação da revogação pelo Câmara Municipal de Campo Grande, que aguarda apenas a chegada do projeto de lei para votar. De recesso, a casa de leis vai ter de convocar uma sessão extraordinária e os parlamentares para aprovar a medida em regime de urgência.

    A partir disso, então, o município começa a devolver o dinheiro de quem já pagou o IPTU, portanto, a taxa de lixo que será extinta. O contribuinte poderá optar por pegar de volta o dinheiro ou deixar como crédito a ser abatido no IPTU de 2019.

    Erros de cálculo - Quando começaram a receber os carnês do imposto, diversos contribuintes questionaram os valores cobrados a título de taxa de lixo pela prefeitura. A OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil seccional de Mato Grosso do Sul) precisou intervir na situação.

    A prefeitura, então, desmembrou as cobranças, mas as reclamações persistiram em virtude dos valores cobrados, até que decidiu suspender de uma vez ao reconhecer que houve erros no cálculo feito.

    Fonte: campograndenews
    Por: Mayara Bueno


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS