Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    02/01/2018

    Chuva causa desmoronamento e interrompe rodovia para caminhões entre Bataguassu e Santa Rita do Pardo

    Chuva desmoronou parte da rodovia MS-338, entre Bataguassu e Santa Rita do Pardo - Foto: Cenário MS
    Se o rompimento na semana passada de parte da pista MS-338, entre Bataguassu e Santa Rita do Pardo, principal acesso a MS-040, que liga a região a Capital do Estado, vinha causando transtornos para os usuários da rodovia, a preocupação das autoridades e o drama dos motoristas, principalmente caminhoneiros, aumentou ainda mais na tarde de ontem (1º), quando um novo rompimento causado pelas águas da chuva, dessa vez impediu totalmente o tráfego para veículos pesados nos dois sentidos da pista.

    Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), por segurança após o rompimento desta segunda-feira, a rodovia foi interditada para caminhões e carretas, devido o risco de novos desmoronamentos. Uma equipe da PMR, deve avaliar os risco no local durante esta terça-feira.

    O transtorno deixou caminhoneiros sem saída, e muitos se arriscaram a passar na estradas mesmo sem condições de tráfego, já que a única estrada alternativa era voltar até a cidade de Santa Rita do Pardo, e continuar pela MS-040, até a Brasilândia, no entanto a estrada sem pavimentação, fica sem condições no período de chuva, como estava ontem.

    Para quem seguia sentido Bataguassu e Estado de São Paulo e não quis se arriscar teve que retornar à Campo Grande, e pegar a rodovia BR-163 e depois a BR-267. Já os caminhoneiros que seguiam no sentido a Santa Rita do Pardo e Campo Grande, tiveram que retornar à Bataguassu e ir a Capital pelas rodovias BR-267 e BR-163.

    O rompimento da rodovia fica a cerca de 40 quilômetros de Bataguassu. Mesmo os motoristas de carros de passeio precisam ter atenção no local. Para mais informações entre em contato com a Polícia Militar Rodoviária pelo telefone 198.

    A rota alternativa para caminhões que vão à Campo Grande ou os que vem para Bataguassu e Estado de São Paulo, são as rodovias BR-267 e BR-163.

    Fonte: CenárioMS
    Por: Diego Oliveira


    Imprimir