Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    21/01/2019

    Ex-candidato que causou acidente com 3 mortes cometeu suicídio, diz PRF

    Acidente aconteceu na tarde de ontem (20), na BR-262 – próximo à entrada de Anastácio, distante 135 quilômetros de Campo Grande

    Carros envolvidos na colisão ficaram destruídos ©Direto das Ruas 
    O condutor do Ford Ecosport que se envolveu em colisão com três mortos e nove feridos, cometeu suicídio, conforme apuração a PRF (Polícia Rodoviária Federal). O acidente aconteceu na tarde de ontem (20), na BR-262, próximo à entrada de Anastácio, distante 135 quilômetros de Campo Grande. 

    O ex-candidato a vereador de Campo Grande, Edmar Fernandes Caires, 38 anos, dirigia um Ford Ecosport e tinha como passageiro o cacique Romualdo Lopes Mamedes, 44 anos, e a esposa do também indígena, Janice Francisco Antônio, 34 anos. Edmar, Janice e Ivaldo Cristian Figueira Santos, 39 anos, condutor de um Honda CR-V, também envolvido na colisão, morreram no local.

    Romualdo relatou à polícia que tentou assumir a direção e evitar a tragédia, mas sem sucesso. Ainda conforme o cacique, o motorista fazia tratamento psiquiátrico. O motivo do suicídio não foi informado. Apesar de poucos detalhes divulgados, a Polícia está convencida do motivo. “Após análise de vestígios no local e depoimento do sobrevivente envolvendo 3 veículos e resultando em 3 mortos, a PRF concluiu que a causa do acidente foi o suicídio do motorista do veículo Ecosport”, diz a nota encaminhada pela polícia. 

    Ainda segundo a PRF, no local não havia marcas de frenagem ou outros sinais que indicassem tentativa de ultrapassagem ou desvio. 

    Caso 

    Edmar dirigia no sentido Corumbá/Campo Grande, quando invadiu a contramão e atingiu de frente um Honda CR-V conduzido por Ivaldo. Um Gol que vinha logo atrás do Honda CR-V também se envolveu no acidente. Os dois veículos saíram da pista e um deles acabou atropelando a ciclista Irene Vareiro. 

    Conforme o Corpo de Bombeiros, Edmar e Janice morreram presos às ferragens. Ivaldo, motorista do CRV, morreu no local e dois ocupantes do carro foram socorridos. No Gol, o motorista ficou ileso e quatro ocupantes sofreram lesões leves. Inicialmente a suspeita era de que Edmar tinha dormido ao volante.

    Edmar Caires foi candidato ao cargo de vereador de Campo Grande pelo PHS (Partido Humanista da Solidariedade) em 2016. Já Ivaldo Cristian era ciclista e Agente de Serviço Agropecuários do município no Miranda.

    Fonte: campograndenews
    Por: Viviane Oliveira e Mirian Machado



    Imprimir