Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/11/2018

    VÍDEO| Imagens mostram momento em que empresário é executado no bairro Jardim Bela Vista

    Polícia já tem linha de investigação para execução

    ©REPRODUÇÃO
    Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o empresário do ramo de mineração Claudio Simão, 47 anos, foi executado com tiros de pistola durante a madrugada desta quinta-feira (15), na rua Patagônia, no Jardim Bela Vista – área nobre de Campo Grande.

    A camionete Hilux era conduzida pelo filho de Cláudio, que foi buscar o pai no aeroporto. Quando o portão da garagem abriu, surgiu na esquina parando logo atrás o veículo dos pistoleiros descendo um dos autores armado com uma pistola.

    Ele aponta a arma para o motorista e faz vários disparos fugindo em seguida. O empresário morreu no local e o filho dele, Gabriel Yuri de Moura Simeão, de 22 anos, foi ferido com um tiro que atingiu a região esquerda do tórax. Ele está sedado e entubado, internado em estado grave na Santa Casa de Campo Grande.

    A polícia já teria uma linha de investigação, que não foi revelada para não atrapalhar o andamento do caso.

    A execução

    O empresário do ramo de mineração Claudio Simão, 47 anos, foi executado com tiros de pistola, por volta da 00h50, desta quinta-feira (15), na rua Patagônia, no Jardim Bela Vista – área nobre de Campo Grande.

    Cláudio retornava de uma viagem ao Rio Janeiro. O filho, de 23 anos, foi buscar o pai acompanhado de um amigo da família. Os três seguiam para casa em uma caminhonete conduzida pelo filho e tendo como passageiro o empresário. Quando chegaram à residência e abriram o portão, um veículo Ônix, de cor escura parou na esquina da rua e o passageiro desceu. O suspeito disparou diversos tiros, sendo que a perícia encontrou 13 cápsulas deflagradas no local.

    O empresário foi atingido por dois tiros: um no braço que atingiu também o tórax e um nas costas. O filho foi atingido no pulmão e está internado na Santa Casa de Campo Grande. O amigo, que estava no banco traseiro, não foi atingido.



    Fonte: Midiamax
    Por: Thatiana Melo 


    Imprimir