Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    10/10/2018

    Senai de Mato Grosso do Sul é credenciado para ser polo do Senai Cetiqt do Rio de Janeiro

    ©Divulgação 
    O Senai de Mato Grosso do Sul foi credenciado para ser polo educacional do Senai Cetiqt (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil), do Rio de Janeiro (RJ), que é referência em educação, tecnologia e inovação para a indústria têxtil e do vestuário no Brasil. Com isso, o Estado tem a possibilidade de oferecer às indústrias sul-mato-grossenses todo o portfólio de produtos e serviços do Centro de Tecnologia, como cursos e consultorias.

    Segundo o presidente da Fiems, Sérgio Longen, o Senai vem procurando atender a demanda de todas as empresas. “O Cetiqt é um braço muito importante do Senai, que atua no segmento da indústria do vestuário e confecção, e o presidente do Sindivest/MS (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Fiação e Tecelagem do Estado), José Francisco Veloso Ribeiro, que é muito atuante junto à unidade, articulou esse convênio para atendermos a indústria local. É um avanço significativo em um momento de dificuldade do segmento”, afirmou.
    ©Divulgação
    Na avaliação de José Francisco Veloso, que também é representante da Região Centro-Oeste no Conselho Técnico Consultivo do Senai Cetiqt, a indústria de Mato Grosso do Sul terá novas opções de cursos e capacitações que vão contribuir para melhoria da competitividade. “O Cetiqt é referência nesse assunto e oferece uma série de cursos bastante interessantes, mas que exigem um custo de locomoção, porque eram realizados no Rio de Janeiro e nos outros sete polos do País. Agora as aulas presenciais também poderão ser realizadas em Campo Grande, sem a necessidade de deslocamento por parte dos profissionais daqui”, destacou.

    Oportunidade

    O diretor-regional do Senai de Mato Grosso do Sul, Rodolpho Caesar Mangialardo, destacou que o grande objetivo é ter empresas cada vez maiores e melhores no Estado. “Acredito que devemos aportar todo tipo de oportunidade que a gente possa oferecer para as empresas sempre com um custo menor e condição diferenciada para, no fim disto tudo, crescer e desenvolver o segmento têxtil e do vestuário. O Cetiqt é um polo de tecnologia e desenvolvimento muito grande do Senai e nós temos de aproveitar isso”, salientou.

    Ele ainda defendeu que as unidades do Senai atuem de forma integrada com foco na melhoria da competitividade das indústrias do País. “O Cetiqt não é apenas para o Rio de Janeiro, mas para o Brasil todo. Temos de utilizar cada vez mais as nossas redes e fazer com que os recursos aportados sejam menores para que possamos entregar sempre itens melhores para nossos parceiros e clientes, que são as indústrias”, completou.

    Segundo o gerente de educação do Senai Cetiqt, Robson Marcos Wanka, Mato Grosso do Sul é o 8º polo do Cetiqt no País. “Vemos isso como uma oportunidade de levarmos novos cursos e soluções para todo o Brasil. A ideia é atuar de forma coordenada para atender as indústrias de segmento têxtil e do vestuário da melhor forma. O Senai de Mato Grosso do Sul já tem que tem muita proximidade com o Cetiqt e já desenvolvemos várias ações em conjunto. Além disso, é um Estado que tem uma participação significativa da indústria do vestuário, empresas que podem receber essas capacitações e consultorias para melhorar sua competitividade”, relatou.

    O gerente de gestão de tecnologia do Senai de Mato Grosso do Sul, Leandro Schneider, explicou que inicialmente será oferecido o curso de especialização, pós-graduação, lato sensu em Design de Produtos de Moda. “Mas podemos depois ampliar a nossa oferta com novos cursos. De qualquer forma, acredito que essa uma grande conquista para nosso Estado e para a indústria do segmento têxtil e do vestuário, que terá acesso a profissionais altamente capacitados e tudo o que há de mais moderno na área”, finalizou.

    ASSECOM


    Imprimir