Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    20/09/2018

    Dia da Árvore terá distribuição de mudas no Poder Judiciário

    ©Divulgação
    Nesta sexta-feira (21), comemora-se o Dia da Árvore e, para comemorar a importância da data, o Tribunal de Justiça distribuirá 900 mudas de árvores, incluídas as frutíferas. As mudas ficarão dispostas, a partir das 12 horas, no gazebo e podem ser retiradas.

    A distribuição também abrangerá o Fórum da Capital e o Cijus, onde serão entregues ao público 300 mudas em cada local. Entre as mudas estão acerola, aroeira pimenteira, bálsamo, cajá-mirin, cedro-rosa, fruta do conde, goiaba, guajuvira, imbiruçu, ipê amarelo, ipê roxo, jenipapo, manduvi, paineira rosa, pitanga, pitomba, pindó, romã, tarumã e urucum coloral.

    O presidente do Tribunal de Justiça, Des. Divoncir Schreiner Maran, entusiasta da ação destacou que o Poder Judiciário faz a sua parte, sempre pensando no bem da sociedade.

    Todos estão convidados a conhecer o gazebo e receber uma das mudas, ressaltando que a distribuição simboliza a preocupação da administração do Poder Judiciário de MS com a preservação da natureza.

    A iniciativa destaca o dia da árvore e conclama o cidadão a ter cuidado com a arborização. A distribuição de mudas é uma forma de reflexão e conscientização de que os atos de hoje afetam as gerações futuras.

    Saiba mais 

    A data 21 de setembro, diferente em outras partes do mundo, foi escolhida em razão do início da primavera, que começa no dia 23 de setembro no hemisfério Sul. A comemoração visa a conscientização a respeito da preservação das árvores, consideradas valiosas.

    Cada região brasileira possui uma árvore símbolo. A árvore símbolo do Centro-Oeste é o ipê amarelo, a da região Nordeste é a carnaúba, da região Norte é a castanheira, da região Sudeste é o pau-brasil e da região Sul é a araucária.

    Não se pode esquecer que as árvores frutíferas possuem outras aplicações econômicas. A madeira por elas produzidas serve como matéria-prima para a criação de móveis e até mesmo casas. A celulose extraída, principalmente de pinheiros e eucaliptos, é fundamental para a fabricação de papel. E algumas espécies são utilizadas pela indústria farmacêutica por possuírem importantes compostos medicinais.

    Nos dias atuais infelizmente nem todos se preocupam com a natureza e prosseguem devastando o meio ambiente, com incontáveis áreas desmatadas, esquecendo que o desmatamento afeta diretamente a vida de toda a população, por resultar em erosões, assoreamento de rios, redução das chuvas e da umidade relativa do ar, desertificação e perda de biodiversidade.

    ASSECOM


    Imprimir