Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    03/07/2018

    TRÊS LAGOAS| Saúde do município inicia processo de construção de protocolos na assistência de enfermagem

    Metodologia para construção de competências prevê cinco encontros de propostas em torno de oito diferentes eixos de discussões

    ©Divulgação 
    A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Departamento de Saúde Coletiva e em parceria com a Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campus Três Lagoas (CPTL) e da Associação de Ensino de Mato Grosso do Sul (AEMS) e com o apoio do Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (COREN-MS), está promovendo “encontros de construção dos protocolos na assistência de enfermagem em Três Lagoas”.
    ©Divulgação
    A abertura da programação dos trabalhos, iniciados na tarde desta terça-feira (3), na sala 123 do Bloco III das Faculdades AEMS, teve a presença da secretária de Saúde de Três Lagoas, Angelina Zuque, acompanhada da diretora de Atenção Básica de Saúde da SMS, enfermeira Fabiana Cardoso da Silva.

    As atividades de “construção dos protocolos para assistência de Enfermagem na Saúde de Três Lagoas” são coordenadas pela enfermeira e professora da Faculdade de Enfermagem da UFMS, enfermeira Kaelli Virgínia Saraiva. Ela também representa o COREN-MS, como representante da Câmara Técnica da Saúde da Mulher.

    Junto com ela, participa também da coordenação dos trabalhos a enfermeira, professora da AEMS e diretora da SMS, Tânia Regina Adorno Manhani.

    Além deste primeiro encontro, “teremos ainda outros quatro, programados para os dias 13, 17, 24 e 31 deste mês de julho”, informou a enfermeira Tânia Regina.

    “A construção dos protocolos é para definição das competências da enfermagem, nas variadas ações de assistência à Saúde da Mulher, Saúde do Homem, Saúde da Criança e do Adolescente, Saúde do Idoso, Saúde Mental, IST/Aids, Hanseníase e Tuberculose e Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus”, resumiu a enfermeira.

    Para isso, “estaremos fundamentando nossas discussões e propostas em torno de oito eixos, no decorrer destes encontros”, anunciou. 

    Com as enfermeiras e enfermeiros da Rede Municipal de Saúde, os encontros contam também com a participação de farmacêuticas e farmacêuticos e médicos convidados.

    RESOLUTIVIDADE NA SAÚDE PÚBLICA

    Os trabalhos de construção dos protocolos de enfermagem têm como finalidade principal “a melhoria da resolutividade na Saúde para trazer melhorias na qualidade do atendimento que prestamos à população”, ressaltou a secretária Angelina Zuque.

    “Não é uma proposta pronta, que vem de cima para baixo, mas que precisa ser construída com as propostas e experiências de todos os profissionais desta importante área da Saúde, que são as enfermeiras e enfermeiros”, disse.

    “Nossa população, quando procura a unidade de Saúde quer uma resposta imediata e eficiente para o problema que está sentindo e essa resposta tende a melhorar quando definimos competências e atribuições”, resumiu a secretária de Saúde de Três Lagoas.

    “Este é um momento impar para o início de construção de um novo e mais eficiente processo de trabalho nas nossas unidades de Saúde”, avaliou a enfermeira Fabiana da SMS.

    “Estes encontros são muito importantes para a Cidade de Três Lagoas, sua população e também para todos nós, profissionais de Enfermagem. Estou muito feliz e honrada em participar deste momento de construção dos protocolos para assistência de Enfermagem”, ressaltou a professora e enfermeira Kaelly da UFMS.

    Ela fez questão de destacar a participação do COREN-MS e o apoio da UFMS e Faculdades AEMS e, “principalmente, a abertura e apoio da gestão municipal de Saúde da Prefeitura de Três Lagoas, que demonstrou sensibilidade para adoção de uma nova filosofia de trabalho, que, certamente, irá diminuir em muito a sobrecarga médica”, completou a professora da UFMS.

    ASSECOM


    Imprimir