Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    18/07/2018

    ‘Cozinha Experimental’ realiza curso especial para crianças

    ©Messias Ferreira
    O programa de prevenção “Cozinha Experimental” realizou, na noite da última terça-feira (17), um curso especial destinado a crianças e adolescentes. O objetivo do programa é despertar o interesse por uma alimentação mais saudável, gerando assim, maior qualidade de vida. O programa de prevenção foi criado em 2012, em Campo Grande, e, desde o ano passado, também é realizado em Dourados. Na Capital, os cursos acontecem na Rua Abrão Júlio Rahe, 97, e em Dourados, na Rua Onófre Pereira de Matos, 5534-5644, no Jardim Climax. Para se inscrever, o beneficiário deve ligar no (67) 3382-8584, Campo Grande, e (67) 3033-8350, Dourados. O valor da inscrição é de R$ 30,00.

    Para a nutricionista e coordenadora do Programa de Nutrição Preventiva da Cassems (Pronutri), Eliana Dias, o melhor momento para que uma pessoa tenha uma alimentação saudável é na infância.

    “O principal objetivo desse curso é despertar nas crianças o desejo por uma alimentação melhor e que elas conheçam os alimentos e como prepara-los. É importante que as crianças participem desde a compra do alimento, do preparo e da degustação. Quando eles participam de todo o processo, ficam com vontade de provar o alimento. A criança está começando a vida e, dessa forma, a gente consegue uma prevenção maravilhosa”, avalia.

    O nutricionista responsável pelo curso, Gabriel Borges, conta que escolheu as receitas alinhando o universo infantil com alimentos saudáveis.

    “Nós elaboramos algumas receitas que as crianças possam pegar com a mão, são comidas de piquenique, porém, saudáveis. Seguindo essa linha, nós fizemos um espetinho de frutas, um sanduíche natural e um bolo de cenoura, sem açúcar, sem óleo industrializado e sem farinha de trigo branca. As crianças deveriam ser introduzidas na alimentação já na forma saudável, porém, é comum que elas não comam alimentos saudáveis, então, devemos pegar aquilo que a criança já consome e transformar essa receita, deixa-la mais saudável”, explica.

    Matheus Santana Barbosa, de 13 anos, gostou bastante do curso e pretende fazer em casa o que aprendeu. “Eu achei a Cozinha bem legal, porque a gente pode ver fazer e comer alimentos saudáveis, então, para mim está sendo uma experiência bem legal. Eu gostei bastante do sanduiche porque é gostoso e bem fácil de fazer e vou tentar fazer em casa”, conta.

    Já Murilo Duarte, de 6 anos, afirma que gostou muito do sanduíche e “quero fazer em casa todas as receitas que aprendi. Quero fazer todas as receitas da apostila. É a primeira vez que eu venho e gostei muito do curso”.

    Luiza Rodrigues de Souza, de 9 anos, também pretende fazer tudo o que aprendeu no curso em casa. “Eu sempre me interessei muito por cozinhar e sempre gostei de ficar na cozinha com a minha mãe. Eu achei o curso muito legal e quero fazer tudo que aprendi em casa. Gostei bastante da salada de fruta porque é mais fácil de fazer”, pontua.

    ASSECOM


    Imprimir