Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    26/07/2018

    Cléo Gomes é um dos trunfos do PDT para renovação política em MS

    ©Divulgação
    A dedicação profissional e humanitária à enfermagem - que inclui 10 anos de trabalho no Hospital Universitário (HU) -, o conhecimento científico como professora da Universidade Federal (UFMS) e o mestrado pelo Programa de Saúde e Desenvolvimento da Região Centro-Oeste, entre outros protagonismos, dão a Cléo Gomes um perfil diferenciado no cenário de renovação política em Mato Grosso do Sul. 

    Candidata a deputada federal pelo PDT, ela faz parte do movimento liderado pelo juiz federal Odilon de Oliveira, que concorre ao governo do Estado, somando o propósito de construir um modelo arejado e ético na representação popular. Não é nada fácil conciliar os desafios de mãe, enfermeira, coordenadora-geral do Sindicato dos Trabalhadores da UFMS, apoio ao ensino universitário e ativismo social. Mas, aos 45 anos, todas as experiências que acumulou deram a ela sabedoria e serenidade para organizar seu tempo e planejar as ações com prioridades bem definidas. 

    O impulso para ingressar na política nasceu e se consolidou no dia-a-dia de suas atividades profissionais e sociais, fortalecido pela consciência de quem enxerga a sociedade com olhar generoso e transformador. "Diante de tantas injustiças, da corrupção e da indiferença que tanto maltratam nossas cidades e nosso País, não podemos ficar parados. Já que não concordamos com esta situação, temos de sair da nossa zona de conforto e fazer a nossa parte", afirma Cléo Gomes. 

    Além das demandas mais comuns no mosaico das desigualdades econômicas e sociais do País, como o desemprego, a fome e as barreiras ao conhecimento, Cléo Gomes chama a atenção para outras questões fundamentais aos direitos da pessoa, exemplificando com os desafios de combate ao preconceito, à exploração e à violência, especialmente contra os segmentos mais vulneráveis. Cita, por exemplo, que apenas 9,9% das 563 cadeiras da Câmara dos Deputados são ocupadas por mulheres, gênero que é a maioria da população. 

    "É necessário mudar essa realidade, equilibrar a medida representativa, para que possamos ter políticas públicas compatíveis com a posição de nossa sociedade", aponta. Entre as prioridades que pretende avançar em seu mandato, Cléo Gomes destaca a luta por direitos trabalhistas e políticas públicas de segurança e saúde para a mulher. Combate a nova Lei Trabalhista que precariza as condições de trabalho. 

    Também ressalta seus compromissos pela defesa do serviço público, jornada de 30 horas, implementação do piso e previdência especial para a enfermagem, entre outros direitos da categoria; a revogação da Emenda Constitucional 95 e a afirmação do SUS Universal com saúde de qualidade, gratuita e 100% estatal; investimento maciço no ensino público, com revogação da Emenda Constitucional 95, que congelou investimentos nos setores de saúde e educação, e o fortalecimento do ensino e das universidades públicas com valorização dos trabalhadores da Educação. 

    APOIO DE ODILON - Para o juiz Odilon, a presença de Cléo Gomes qualifica e engrandece o processo de construção de uma nova história na vida publica em Mato Grosso do Sul. Ele ressalta e define a candidata a Deputada Federal de seu partido: "A gente vê nela um perfil de renovação. Nosso trabalho precisa ser a mudança, mas não uma mudança leve, e sim uma mudança radical. E a Cléo tem esse perfil de ruptura com a velha política, de lutar para fazer cumprir os direitos sociais garantidos pela Constituição. Isto se enquadra perfeitamente na nossa luta. Por isso eu apoio a Cléo Gomes para Deputada Federal". 

    ASSECOM


    Imprimir