Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    29/05/2018

    TRÊS LAGOAS| Com continuidade da greve dos caminhoneiros, Prefeitura adota novas logísticas para evitar desabastecimento

    O plano visa suspender aulas e programas sociais, além de manter ações anteriormente anunciadas

    ©Divulgação
    Devido a continuidade da paralisação dos caminhoneiros, fator que afeta todo o país há mais de oito dias, a Prefeitura de Três Lagoas decidiu tomar algumas decisões para evitar o desabastecimento definitivo de combustíveis e outros materiais caso a situação não seja normalizada ainda essa semana. A decisão foi tomada após reunião de secretários com o prefeito municipal na manhã desta terça-feira (29).

    A decisão será oficializada por meio do Decreto Nº 092 a ser publicado no próximo Diário Oficial dos Municípios de Mato Grosso do Sul que decreta situação de emergência em virtude do desabastecimento de bens, produtos e gêneros de primeira necessidade a população três-lagoense.

    Segundo o Decreto, fica autorizada mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem, sob a organização da Secretaria Municipal de Administração (SEAD), nas ações de resposta à situação e para reabilitação da normalidade dos serviços, visando otimizar todos os meios necessários a fim de garantir os serviços essenciais.

    Além disso, fica decidido que será priorizado o abastecimento dos combustíveis para transportes essenciais, tais como ambulâncias, transporte público e recolhimento de resíduos urbanos (Com ressalvas, acesse aqui) e outros de interesse público, bem como, gás, alimentos e medicamentos para suprir as demandas dos serviços públicos essenciais e hospitais.

    Com isso, no setor de Educação, as unidades da Rede Municipal de Ensino (REME), ou seja, Unidades Escolares, Centros de Educação Infantil (CEIs) e Programa AABB Comunidade, ficam com aulas suspensas até a normalização do abastecimento em geral. Na Saúde, os servidores farão revezamento do horário, ou seja, parte do quadro funcional trabalha pela manhã a outra na parte a tarde, garantindo assim que os serviços de saúde não sejam paralisados. Porém, os servidores que trabalham em esquema de plantão seguem o cronograma normalmente.

    O mesmo esquema de trabalho será adotado para as outras áreas administravas da Prefeitura, pois além de garantir a continuidade dos serviços de atendimento ao público, colabora com o abastecimento dos servidores que, devido ao deslocamento diário de casa para os seus locais de trabalho, podem ficar sem combustível. Porém, esse esquema não se aplica ao setor de Tributação Municipal, que trabalhará normalmente dentro do horário de expediente atual.

    Além disso, a Administração garante o adiantamento do pagamento/salário dos servidores para a próxima sexta-feira, 1º de junho.

    Na Assistência Social, serão mantidos em funcionamento apenas os abrigos e Acolhimento Pop (Albergue). Já os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), para crianças, adolescentes e idosos, ou seja, SCFV Tia Nega, Bombeiros do Amanhã, Patrulha Mirim do Trânsito, Pelotão Mirim, Banda Marcial Cristo Redentor, Patrulha Florestinha e Centro de Referência em Assistência Social e Educacional – CRASE “Coração de Mãe”, seguem com atividades suspensas até segunda ordem.

    Na Infraestrutura, apenas ações de reparos considerados essenciais serão mantidas devido à restrição no abastecimento de combustível no Posto Municipal. Devido ao mesmo fator, a coleta de lixo domiciliar e também coleta seletiva continuará, assim como já anunciado, funcionando com limitações de dias (Veja mais detalhes aqui).

    ANIVERSÁRIO DA CIDADE

    Na mesma reunião, foi levantada a hipótese de adiar as festividades em comemoração aos 103 anos de Três lagoas. Porém, isso ainda está sendo avaliado e uma nova reunião com o gabinete municipal, agendada para acontecer na próxima semana, deve dar melhor alinhamento a esse assunto.

    ASSECOM


    Imprimir