Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    22/05/2018

    Prazo de renovação do Fies termina nesta sexta-feira (25)

    Neste semestre, cerca de 1,1 milhão de contratos devem ser renovados

    ©Divulgação
    O prazo para renovação do contrato do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre deste ano se encerra nesta sexta-feira (25). O pedido, inicialmente, é feito pelas instituições de ensino e depois as informações devem ser validadas pelos estudantes pela internet no Sistema Informatizado do Fundo de Financiamento Estudantil, o SisFies.

    Para aquelas renovações que tenham alguma alteração nas cláusulas do contrato, o estudante precisa levar a nova documentação ao agente financeiro, Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal, para concluir a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

    O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação.

    Aqueles que ingressaram no programa a partir de 2018 aderiram ao Novo Fies, que divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juros zero e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. O diretor de Políticas e Programas de Educação Superior do MEC, Vicente Almeida Júnior, dá mais detalhes sobre os tipos de financiamento.

    “O estudante terá acesso a informação completa em relação ao contrato que ele vai estabelecer para o seu financiamento, no valo global do curso, conhecendo os juros... Então, nós temos uma modalidade para aquele estudante que comprova renda por pessoa da família de até três salários mínimos, a juros zero, o financiamento. E temos agora uma outra modalidade, que é para aquele estudante que comprova renda familiar por pessoa de três a cinco salários mínimos.”

    Neste semestre, cerca de 1 milhão e 100 mil contratos devem ser renovados. Vale lembrar que os contratos do Fies precisam ser aditados todo semestre.

    Fonte: Agência do Rádio Mais
    Reportagem, Cintia Moreira


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS