Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    22/05/2018

    Confinar 2018: Mauricio Saito fala da evolução sustentável do setor pecuário de MS

    Abertura foi realizada nessa terça-feira no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo

    ©Divulgação
    A sustentabilidade e o desenvolvimento do setor pecuário em Mato Grosso do Sul foram os principais pontos destacados pelo presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito, durante a abertura do Confinar 2018 – simpósio sobre pecuária de corte realizado nessa terça-feira (22), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo.

    “Mato Grosso do Sul é o segundo estado em produção no Brasil, com 815 mil toneladas de carne. Além disso, tem o 4º maior rebanho, com 22 milhões de animais e exporta para 150 países um produto de alta qualidade. Fruto de alguns fatores, como a adesão de tecnologias por parte do produtor rural, o trabalho da comunidade científica e o compartilhamento de conhecimento”.

    O proprietário da BeefTec, Rodrigo Spengler, que é a empresa realizadora do Confinar, falou da proposta do simpósio. “Esse é ume evento feito para trazer informação ao produtor rural. Não temos pretensão de ser o maior evento, mas sim, de cumprir a meta de levar inovações para quem está no campo. Além do material apresentado aqui, o foco é juntar pessoas do bem para trocar experiências e evoluir. Espero que sejam dois dias muito produtivos, em que possamos aprender coisas novas”.

    O superintendente da Semagro, Rogério Beretta, ressaltou a importância do evento para o estado. “Fico muito satisfeito em saber que o Confinar é um dos maiores eventos em nível de representação. Parabenizo a toda equipe pelo empreendedorismo”.

    Participaram da cerimônia de abertura o vice-presidente do Sistema Famasul, Nilton Pickler; o diretor tesoureiro, Luis Alberto Moraes Novaes; a diretora secretária, Terezinha Cândido; e o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan.

    Prestigiaram, ainda, os presidentes de Sindicatos Rurais: Lígia Franciscon, de Anaurilândia; Frederico Stella, de Aquiaduana; João Borges dos Santos, de Terenos; Florindo Cavalli Neto Bertoni, de Santa Rita do Pardo; o vice-presidente do Sindicato Rural de Bonito, Marcelo Bertoni; o vice-presidente regional da Federação, Marco Garcia; além do presidente do Movimento Nacional dos Produtores, Rafael Gratão; pelo presidente do Novilho Precoce, Nedson Rodrigues; pelo vice-presidente da Aprosoja/MS, André Dobashi; e pelo chefe-geral interino da Embrapa Gado de Corte, Ronney Mamede.

    Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul
    Por: Carla Gavilan, Ana Brito e Ellen Albuquerque


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS