Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    08/05/2018

    Com Assistência Técnica do Senar/MS, mães se tornam empreendedoras do campo

    Em três anos, 1.500 produtoras rurais receberam assistência técnica do Senar/MS

    ©João Carlos Castro
    Após quatro anos de atuação da assistência técnica e gerencial do Senar em Mato Grosso do Sul, é notório o aumento da produtividade e do uso de tecnologias sustentáveis no campo. O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural atende, hoje, 1.206 propriedades rurais em 58 municípios no estado, em cinco atividades produtivas: piscicultura, floresta, bovinocultura de corte, bovinocultura de leite e hortifruticultura.

    Além de mudar a realidade dos produtores rurais, a iniciativa tem proporcionado uma oportunidade de negócio para o público feminino, transformando mulheres e mães em empreendedoras do campo. “Nos últimos três anos, o Senar/MS, por meio dos programas de ATeG, acompanhou 1.500 produtoras rurais, demonstrando que produtores e produtoras têm buscado conhecimento, suporte técnico e inovações tecnológicas para a melhoria contínua do desenvolvimento das propriedades, da qualidade e rentabilidade do negócio rural”, afirma o presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Mauricio Saito.

    Vida transformada - Ana Maria de Jesus Cordeiro, 57 anos, é uma das assistidas pelo programa ATeG Hortifrúti Legal, no Assentamento Santa Mônica, localizado no município de Terenos, distante 22 Km da Capital. Na propriedade, em uma área de 1 hectare destinada à agricultura, tem plantação de mandioca, abóbora, jiló e berinjela, que é o carro-chefe da produção.
    ©Victor Almeida
    A meta é aumentar o plantio com cultivo de banana e quiabo. O resultado, após um ano e meio de assistência, é impactante: a renda que antes era esporádica e não passava de R$ 300, atualmente está girando entre R$ 1.000 e R$ 1.500, com regularidade.

    “Antes era muito difícil: não tinha para onde escoar e, na maioria da vezes, entregava para o atravessador, no preço que ele queria. Eu não tinha lucro. Hoje tenho controle de tudo e já vou investir em irrigação. Aprendizado, isso resume o Senar/MS na minha vida!”, afirma a agricultora.

    Ela, o marido e a filha, formam a equipe de trabalho que entrega os alimentos para uma cooperativa em Terenos. A filha, Ana Paula, 29 anos, veio da cidade para o campo depois que viu de perto o sucesso da mãe e já se prepara para a sucessão familiar. “Minha filha resolveu voltar e fazer uma experiência. Está gostando tanto, que já é aluna do Curso Técnico em Agronegócio do Senar/MS.

    Sobre Assistência Técnica e Gerencial – ATeG

    É uma metodologia de ensino, de caráter continuado, na qual são oferecidas, por meio dos técnicos de campo, consultorias técnicas, gerenciais e tecnológicas, visando contemplar todas as dimensões do meio rural: propriedade, produtor, trabalhador, produção e as famílias.

    Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul 
    Por: Rodrigo Corrêa
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS