Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    08/05/2018

    Gari é assassinado com pelo menos seis tiros a queima roupa

    Crime ocorreu na tarde desta terça-feira (8) enquanto vítima descansava em frente a um Espetinho

    Bombeiros, Polícia Civil e militar na cena do crime no Jardim Corcovado ©Danielle Valentim
    Gari da Solurb foi assassinado com pelo menos seis tiros na tarde desta terça-feira (8) enquanto descansava em frente a um Espetinho, na rua Verdes Mares, no Jardim Corcovado, em Campo Grande. Para familiares, o crime foi motivado por acerto de contas.

    Foto de Elcio tirada por colegas momentos antes do assassinato
     (Foto: Direto das Ruas) 
    A vítima foi identificada como Elcio Rodolfo Armindo Filho. Segundo colegas de trabalho, um homem ainda não identificado se aproximou a pé e efetuou disparos a queima roupa na vítima.
    “Eu só ouvi o tiro e o Elcio gritando ‘Meu Deus’”, detalha o motorista da equipe que Elcio trabalhava.

    Ainda conforme ele, o gari tentou correr, porém o atirador o perseguiu e continuou a disparar. “Foram uns cinco ou seis tiros”, diz.

    Após efetuar os disparos, o assassino fugiu. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Corpo de Bombeiros foram chamados, contudo, quando chegaram no local Elcio já estava morto.

    A cena do crime foi isolada pela Polícia Militar já que o crime atraiu dezenas de curiosos. Policiais civis e a perícia estão no local colhendo informações que poderão ajudar nas investigações.

    Ainda conforme moradores, é rotineiro garis descansarem no local, que fica fechado durante o dia. 

    Suspeita - Segundo familiares, que preferiram não se identificar, a vítima teria baleado um homem e provavelmente o crime foi motivado por acerto de contas.

    Fonte: campograndenews
    Por: Guilherme Henri e Danielle Valentim
    Imprimir