Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    09/05/2018

    APARECIDA DO TABOADO| "Dia D” de vacinação contra gripe é neste sábado

    ©Divulgação
    Neste sábado, dia 12, a Prefeitura de Aparecida do Taboado fará o “Dia D” de vacinação contra o vírus influenza, causador da gripe. Todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e o Centro de Especialidades Médicas (CEM) estarão em atendimento.

    Aparecida do Taboado tem meta de vacinar 4.800 pessoas na campanha. De acordo com o secretário de Saúde, Márcio Garcia Galdino, a campanha iniciou no dia 23 de abril e prosseguirá nas unidades de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, até o dia 01 de junho. A imunização contra a gripe começou atendendo ao grupo prioritário, formado por gestantes, crianças de seis meses a cinco anos, puérperas, profissionais de saúde e professores ativos.

    A partir deste sábado, 12, a vacinação será estendida para a população com idade acima de 60 anos e portadores de doenças crônicas. Para os demais grupos, a campanha estará disponível apenas no dia 21 de maio.

    “A nossa preocupação é a baixa procura da vacinação. Do público alvo foi vacinado pouco mais de 10%, por isso a gente pede que este grupo prioritário não deixe de se vacinar. O nosso município faz divisa com o Estado de São Paulo, onde já existem alguns casos confirmados, Três Lagoas tem um caso de gripe H1N1 confirmado e nos preocupa, porque o vírus evoluiu e é denominado H3N2”, falou.

    Até o momento o município de Aparecida do Taboado não apresentou nenhum caso suspeito da gripe. No entanto, é importante ressaltar que em Santa Fé do Sul, no município vizinho do Estado de São Paulo, 21 casos foram diagnosticados, outros dois estão sendo investigados e houve o registro de uma morte de um jovem de 27 anos.

    O secretário explicou que “estão preconizando o grupo prioritário por orientação do Ministério da Saúde. Infelizmente, apesar da procura de cidadãos que não atendem as exigências, a Secretaria Municipal de Saúde não pode administrar a vacina antes de fechar o ciclo, pois a dosagem é administrada pelo Governo Federal, que fiscaliza o trabalho”.

    De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Mirian Regina Julio, para vacinar o cidadão deve apresentar os seguintes documentos: 
    • cartão de vacina; cartão do SUS e o cartão da unidade.

    Estudos comprovam que a vacinação contra gripe é capaz de reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias, diminuir de 39% a 75% a mortalidade global e em, aproximadamente, 50% nas doenças relacionadas à influenza.

    ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS