Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    10/03/2018

    Dentista diz ter ouvido vozes, mata amigo, fere outro e é preso

    O suspeito, identificado como Gilberto Ranhol Gomes, tomou a arma do amigo, um policial civil

    © Pixabay
    Após ter "ouvidos vozes", um homem, em surto psicótico, matou um amigo e atirou contra outro, na madrugada deste sábado (10), em Niterói, Região Metropolitana do Rio. Os disparos foram efetuados dentro de um carro, quando as vítimas e o autor do crime voltavam de uma festa.

    Segundo informações do Extra, a arma utilizada é do policial civil Carlos Eduardo Freitas. Outro ocupante do veículo, Rafael Marques, estacionou o carro em frente ao prédio onde mora para trocar de roupas. Quando retornou, encontrou os amigos baleados. O suspeito, que pegou a arma do agente, foi identificado como Gilberto Ranhol Gomes.

    O sobrevivente foi encaminhado para o hospital em estado grave. Ele foi atingido na cabeça. O autor dos disparos, que é dentista, foi levado para a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), onde o caso foi registrado.

    "É um caso muito delicado, o autor dos disparos não consegue afirmar ao certo o que aconteceu. Todos estão muito abalados. É preciso esperar ao longo da investigação", afirmou a delegada Bárbara Lomba, acrescentando que Gilberto será submetido a um exame toxicológico.

    Fonte: NAOM 


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS