Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    13/03/2018

    Bebê tem cabeça arrancada durante parto em hospital

    Mãe atendida na Santa Casa de Misericórdia de Araguari estava grávida de seis meses

    © DR
    Um bebê teve a cabeça arrancada durante o parto na Santa Casa de Misericórdia de Araguari (MG) na madrugada de segunda-feira (12). A mãe, Mariana Pereira de Araújo, 24 anos, deu entrada no hospital sentindo fortes dores. Ela estava grávida de seis meses.

    De acordo com o jornal Metrópoles, o pai do bebê, Elder Jonatas Santos Silva, 23, foi primeiro com a esposa e uma clínica particular fazer uma ultrassonografia após as queixas. A técnica teria constatado que a a criança estava em posição pélvica (sentada).

    Em seguida, a profissional de saúde recomendou a realização do parto, mas não havia leito de UTI infantil no estabelecimento particular. Por isso, Mariana foi encaminhada para a Santa Casa de Misericórdia da cidade.

    “O médico viu o exame e disse que não faria a cesárea. Não me deu muitas explicações, e começaram a aplicar injeções para induzir contrações. Eu acompanhei tudo. Ele pegou pelos pés e, quando puxou, a cabeça da minha filha ficou dentro”, afirma o pai. Essa seria a segunda ocorrência semelhante no hospital em cerca de quatro meses.

    O atestado de óbito afirma que a criança morreu ainda na barriga da mãe. “Isso é mentira, foi só para defender o médico que errou. Antes do parto, minha filha estava se mexendo, tudo era normal. Vi o corpinho dela, menos a cabeça. Se fosse cesárea, ela estaria viva”, diz Jonatas.

    A Santa Casa de Misericórdia da cidade informou que não vai comentar o caso. A Prefeitura de Araguari não respondeu às tentativas de contato da reportagem. O corpo da bebê foi enterrado nesta segunda-feira.

    Fonte: NAOM 


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS