Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    02/01/2018

    Aumenta confiança dos empresários na economia brasileira

    Com sexto mês seguido de crescimento, indicador da Fundação Getúlio Vargas atinge maior nível desde abril de 2014

    © DR

    Em dezembro, o Índice de Confiança Empresarial (ICE) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) atingiu 93,1 pontos em uma escala que vai de 0 a 200 - sexto mês seguido de crescimento e maior nível desde abril de 2014.

    Na prática, a alta do índice indica maior possibilidade de investimentos no País, assim como geração de empregos e renda aos brasileiros. E reflete também as medidas do Governo do Brasil para garantir a retomada da economia.

    “O ano de 2017 termina com a melhora da percepção sobre a situação presente dos negócios e com a retomada do otimismo”, afirmou o superintendente de estatísticas da FGV, Aloisio Campelo Jr. “Este cenário sugere que a confiança empresarial deve continuar avançando nos próximos meses”, completou.

    Perspectivas

    No mês passado, o índice que mede as perspectivas do empresariado para o curto prazo chegou a 101,3 pontos, primeira vez em que o indicador ultrapassa a barreira dos 100 pontos em quatro anos, sendo que o Indicador da Situação Atual (ISA-E) ficou em 87,6 pontos.

    Todos os setores econômicos que integram o indicador também avançaram no mês passado. A contribuição mais alta nesse sentido foi o setor de serviços (0,5 ponto), seguido por indústria e comércio (0,3 ponto cada) e construção (0,1 ponto). 


    Fonte: NAOM - Com informações do Portal Brasil


    Imprimir