Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    13/12/2017

    Teste de Acuidade Visual agora é lei em Campo Grande

    © Divulgação
    Campo Grande, a partir de 2018, terá Mês da Acuidade Visual, a ser realizado sempre em abril. A Lei 5.924/17, que inclui no calendário oficial da Reme o Mês da Acuidade Visual, foi sancionada pelo prefeito da Capital Marquinhos Trad e publicada no Diário Oficial do Município nesta quarta-feira (13).

    Conforme a lei, durante todo mês de abril, os alunos da Rede Municipal de Ensino (REME), terão acesso a testes de acuidade visual, que serão executados por profissionais da área de saúde do Município.

    Teste de Acuidade Visual 

    Acuidade visual é a capacidade de identificar a forma e o contorno de objetos e pode ser causada por diferentes doenças. A baixa acuidade visual, entretanto, não deve ser confundida com distúrbios oculares como Miopia, Hipermetropia e Astigmatismo, por exemplo, pois, nesses casos, quando paciente passa a utilizar óculos ou lentes de contato para fazer a correção de grau, o nível de visão é normalizado. A baixa visão ocorre quando mesmo com devida correção óptica, o nível de visão permanece baixo. 

    O teste de acuidade visual funciona da seguinte forma: 

    Utiliza-se uma tabela contendo letras dispostas em fileiras onde cada fileira apresenta letras de tamanho inferior em relação à anterior. A avaliação é realizada com a tabela posicionada a uma distância padrão da pessoa a ser testada. Cada linha da tabela corresponde a uma fração, que representa uma acuidade visual. E cada olho deve ser testado separadamente.

    Para o vereador Otávio Trad (PTB), um dos autores do projeto, o teste permitirá aos alunos da Reme diagnóstico precoce do problema de baixa visão. Ao corrigir o problema, o aluno terá melhor aproveitamento escolar. “A Lei vai garantir aos alunos da Rede Municipal de Ensino a oportunidade de fazerem um teste para garantir que eles tenham condições saudáveis de aprendizado ao longo do ano letivo. Conversando com profissionais da área, percebemos como os problemas visuais atrapalham o aprendizado infantil.”

    ​“É de conhecimento geral que quanto mais precocemente os problemas oculares são detectados, mais cedo eles podem ser tratados e as consequências diminuídas. Portanto, com a realização do exame de acuidade visual nos alunos da Rede Municipal de Ensino iremos combater a evasão escolar, pois em virtude da dificuldade de enxergar, muitos desanimam e abandonam os estudos”, explica vereador Junior Longo. 

    Também são autores da Lei os vereadores: Junior Longo (PSDB), Dr. Livio (PSDB) e Wilson Sami (PMDB). 

    Fonte: ASSECOM
    Por: Heloísa Lazarini


    Imprimir