Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 8 de outubro de 2017

    MAMOGRAFIA| Exames gratuitos em hospital acontecem de segunda a sexta

    Hospital do Câncer Alfredo Abrão definiu critérios para fazer procedimento

    Exame de mamografia no Hospital do Câncer acontece de segunda a sexta, das 7h às 11h e das 13h às 15h - Divulgação
    O Hospital do Câncer Alfredo Abrão informou que o exame de mamografia que está sendo feito gratuitamente em Campo Grande neste mês de outubro vai atender alguns critérios. A campanha é por conta do Outubro Rosa, que alerta sobre cuidados com a saúde da mulher.

    O exame de prevenção e diagnóstico está sendo feito em mulheres com idades entre 40 e 69 anos. Quem tem histórico familiar de câncer de mama pode realizar o procedimento mesmo que tenha menos de 40 anos.

    O atendimento, que não precisa ser agendado, é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 15h e a fila é ordenada por ordem de chegada.

    "A pessoa deve ir com documento de identidade e carteira do SUS (Sistema Único de Saúde)", informou nota do Hospital do Câncer. Por conta da grande demana, a espera tem sido grande, confirmou a unidade hospitalar.

    Para quem precisar informar-se pode entrar em contato pelo telefone (67) 3041-6000, no ramal 6069. O HC Alfredo Abrão fica na Rua Marechal Rondon, 1053, esquina com a Avenida Ernesto Geisel, no Centro de Campo Grande.

    De acordo com a médica especialista em oncologia clínica, Núbia Morais, Campo Grande tem 120 mil mulheres na faixa etária que o hospital tem como alvo alcançar, mas menos de 10% desse grupo já fizeram o exame de mamografia.

    “Isso demonstra que são poucas mulheres que estão procurando o método da prevenção, através da mamografia, porque 60% das pacientes que chegam ao hospital estão com estágio avançado do câncer, em alguns casos, incuráveis”, alertou a médica.

    As chances de cura aumento consideravelmente quando há a detcção precoce. “Sabemos da importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, conseguimos com a prevenção atingir um índice de cura muito maio”, explicou a oncologista.

    Durante participação na tribuna da Câmara Municipal na quinta-feira (5), a médica explicou que o Estado tem custo de R$ 45 para realizar um exame de mamografia. Enquanto isso, a realização do tratamento com quimioterapia chega a R$ 1,4 mil por mês. "No ano passado 50 mil mulheres de Campo Grande não realizaram o exame de mamografia. Isso é alarmante”, apontou Núbia Morais.

    A campanha do Outubro Rosa começou em 1990 e ainda não conseguiu expandir-se a ponto de orientar todas as mulheres sobre a necessidade de prevenção.

    TODOS OS SÁBADOS

    Durante os sábados deste mês, a Câmara Municipal vai distribuir materiais informativos em diferentes avenidas de Campo Grande para orientar mulheres sobre a prevenção contra doenças. 

    A distribuição dos informes vai acontecer entre 8h e 11h30 e a organização desses eventos é da Procuradoria Especial da Mulher, que é composta pelas vereadores Dharleng Campos (presidente - PP) e Enfermeira Cida Amaral (vice-presidente - Podemos).

    Para mais informações é possível também procurar algumas unidades de saúde:

    Hospital de Câncer Alfredo Abrão - Rua Cândido Mariano, 1053 – Centro – Fone: (67) 3041-6000.

    Hospital de Câncer de Barretos – Avenida Vereador Thyrson de Almeida, 3155 – Bairro Aero Rancho – Fone: (67) 3304-6600.

    Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande – Rua Bahia, 280 – Centro – Fone: (67) 3314-3000.

    Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul – Parque dos Poderes, Bloco VII – Fone: (67) 3318-1600.

    Fonte: CE
    Por: RODOLFO CÉSAR


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS