CAMPO GRANDE (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    25/03/2019

    ALMS| Parlamentares devem apresentar nesta semana relatório da visita a barragens

    Deputados Lucas de Lima, Evander Vendramini e Herculano Borges em visita a Corumbá ©DIVULGAÇÃO
    Deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) devem apresentar, nesta semana, relatório da inspeção de duas barragens de contenção de rejeitos de mineração, instaladas em Corumbá. Na sexta-feira (22), os parlamentares Evander Vendramini (PP), Herculano Borges (SD) e Lucas de Lima (SD) visitaram as barragens do Gregório, da Vale, e Monjolinho, da Vetorial.

    Corumbá, a 427 quilômetros de Campo Grande, tem a terceira maior reserva de minério de ferro e a segunda maior de manganês do Brasil. No município, estão instaladas 21 barragens, das mineradoras Vale e Vetorial. O volume produzido é significativo – o minério está entre os principais itens da pauta das exportações sul-mato-grossenses.

    “Durante a manhã, visitamos a barragem do Gregório, da Vale Mineração. À tarde, estivemos na barragem do Monjolinho, da Vetorial. Queremos saber quais as condições que se encontram essas barragens”, informou o deputado Evander Vendramini. “Recebemos muitas informações da direção tanto da Vale quanto da Vetorial”, acrescentou Herculano Borges.
    Parlamentares, acompanhados de técnicos, durante vistoria ©DIVULGAÇÃO
    Das informações coletadas nas visitas, será produzido um relatório, que deve ser apresentado nesta semana na Casa de Leis. De acordo com Herculano Borges, serão consideradas também as avaliações feitas por outros órgãos. “Com isso tudo, podemos dar os devidos encaminhamentos e informar à sociedade de Mato Grosso do Sul sobre a real situação dessas barragens”, detalhou.

    O deputado Lucas de Lima ressaltou a importância da inspeção no que concerne à população da região de Corumbá e ao meio ambiente. “Como parlamentares, devemos defender a população e o meio ambiente. É importante frisar o que tudo isso causa ao meio ambiente. Estaremos nos envolvendo cada vez mais nessa causa”, considerou.

    Força-tarefa 

    Em janeiro, o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) coordenou uma força-tarefa, que vistoriou mineradoras de Corumbá. O relatório apontou, em linhas gerais, irregularidades operacionais, de segurança e de manutenção dos depósitos.

    Com relação à barragem Monjolinho, foram verificados sulcos erosivos e manutenção precária de acordo com o relatório. No caso da barragem do Gregório, são atendidos os critérios operacionais e de segurança. Também tem plano de emergência para evacuação da população local.


    Por: Osvaldo Júnior 


    Imprimir