Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/11/2018

    Comunidade do Celina Jallad confia reivindicações ao vereador Ademir Santana

    ©DIVULGAÇÃO
    O vereador Ademir Santana, cumprindo uma rotina que iniciou desde o primeiro dia de mandato, está percorrendo a periferia de Campo Grande para ouvir reivindicações, críticas, sugestões e ideias das comunidades. Ele transforma tudo isso em matéria-prima das intervenções junto aos governos do Município e, quando necessário, do Estado e da União, cobrando respostas das autoridades aos problemas mais urgentes. 

    Um dos núcleos habitacionais visitados recentemente foi o Bairro Celina Jallad. Ademir Santana se reuniu com os moradores na residência da dona-de-casa Meire Gomes Pedroso. Ouviu atentamente as manifestações locais, falou sobre as providências que iria encaminhar e fez ainda uma prestação de contas do mandato. Descreveu diversas medidas já realizadas com suas intervenções, sobretudo na limpeza de ruas e bueiros, reposição de lâmpadas do sistema público de iluminação, atendimento em saúde e educação, transporte e segurança. 

    Para quem mora nas mais de 1.900 casas do bairro, a situação de abandono em que se encontra a região exige uma ação imediata do poder público. “As reivindicações demoram a ser atendidas e isso prejudica a prestação de serviços básicos e a qualidade de vida do povo”, disse Ademir. Mas já existem notícias positivas. Uma delas é a confirmação de que uma escola para as crianças será construída na região. Da mesma forma, o vereador espera e vai cobrar a resposta da prefeitura para questões críticas, como a segurança, a manutenção das ruas e logradouros e a atenção básica na saúde. 

    Depois da proveitosa reunião. Ademir Santana elogiou a iniciativa e a mobilização dos moradores, destacou a qualidade da participação de cada um e reafirmou o compromisso de lutar para que as demandas sejam atendidas. “Esta é mais uma região da cidade que precisa ser olhada e tratada com carinho, com ações concretas para que sua população acesse ao direito da qualidade de vida, de trabalho, de lazer. “O mandato é assim: um instrumento de ação coletiva, para buscar e garantir benefícios coletivos, especialmente a quem mais necessita”.







    ASSECOM


    Imprimir