Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    24/09/2018

    ELEIÇÕES 2018| Reinaldo mantém liderança com 40% e juiz Odilon tem 29%, segundo Ibope

    Mochi tem 5%, Humberto Amaducci, 4%, João Alfredo, 2% e Marcelo Bluma, 2%. O levantamento foi feito entre os dias 21 e 23 de setembro.

    ©DR
    Reinaldo Azambuja (PSDB), candidato à reeleição ao governo do Estado, mantém a liderança de acordo com a pesquisa Ibope divulgada no início da noite desta segunda-feira (24). A pesquisa tem 95% de confiança e apresenta margem de erro de 3%.
    • Reinaldo Azambuja ( PSDB): 40%
    • Juiz Odilon ( PDT): 29%
    • Junior Mochi (MDB): 5%
    • Humberto Amaducci (PT): 4%
    • João Alfredo (Psol): 2%
    • Marcelo Bluma (PV): 2%
    • Brancos e Nulos: 10%
    • Não souberam e não responderam: 9%
    A pesquisa foi encomendada pela TV Morena. É o segundo levantamento do Ibope realizado depois do registro oficial das candidaturas na Justiça Eleitoral.

    No levantamento anterior, feito de 21 a 23 de agosto, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes: Reinaldo Azambuja, 39%; Juiz Odilon, 24%; Junior Mochi, 3%; Humberto Amaducci, 2%; João Alfredo, 2%; Marcelo Bluma, 2%; Brancos e Nulos, 17%; Não souberam e não responderam, 11%.

    Rejeição

    O Ibope também mediu a taxa de rejeição (o eleitor disse em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um candidato, por isso, os resultados somam mais de 100%. Veja os índices:
    • Reinaldo Azambuja (PSDB): 24%
    • Marcelo Bluma (PV): 22%
    • Humberto Amaducci (PT): 19%
    • João Alfredo (Psol): 19%
    • Junior Mochi (MDB): 19%
    • Juiz Odilon (PDT): 14%
    • Poderia votar em todos: 7%
    • Não sabem: 28%
    Segundo turno

    O Ibope perguntou a intenção de voto num eventual segundo turno entre Reinaldo Azambuja e Juiz Odilon. Veja os resultados:
    • Reinaldo Azambuja (PSDB): 44%
    • Juiz Odilon (PDT): 39%
    • Branco/nulo: 10%
    • Não sabe/não respondeu: 7%
    Sobre a pesquisa

    Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos.
    Quem foi ouvido: 812 eleitores em todas as regiões do estado.
    Quando a pesquisa foi feita: 21 a 23 de setembro.
    Registro no TRE: MS‐03695/2018.
    Registro no TSE: BR‐03166/2018
    O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.
    0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado.



    Imprimir