Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    01/08/2018

    Estudantes de 22 países encerram pesquisas em Mato Grosso do Sul

    Evento no Sebrae apresentou resultados de visitas a localidades do estado com iniciativas de desenvolvimento territorial sustentável 

    Divulgação
    Nesta terça-feira, 31 de julho, estudantes do programa de Mestrado Internacional em Desenvolvimento Territorial Sustentável Erasmus Mundus apresentaram os resultados das visitas técnicas a cinco propriedades de Mato Grosso do Sul, em evento realizado às 16 horas, no auditório do Sebrae/MS na Capital.

    A ação, parceria entre Sebrae e UCDB, integra a programação da Winter School, que levou alunos de 22 países para conhecerem casos de iniciativas sustentáveis em Campo Grande, Miranda, Maracaju, Bonito e Nioaque praticadas pelas próprias organizações locais, com foco em Agricultura e Turismo.

    Durante as apresentações, os participantes compartilharam com o grupo os conhecimentos adquiridos durante as visitas. “Uma coisa é a gente ver dentro da sala de aula os atores que estão envolvidos em um projeto e ler sobre isso. Outra coisa é ir no lugar, ver quem são essas pessoas, falar com diferentes atores; isso nos dá uma base para entender como essas questões de desenvolvimento funcionam no mundo real, fora da academia”, declara Bibiane Tarasconi, uma das mestrandas do programa.
    Divulgação
    De acordo com a professora Dra. Cleonice Alexandre Le Bourlegat, docente da UCDB e coordenadora do mestrado no Brasil, a experiência foi uma oportunidade de disseminar práticas brasileiras e incentivar o desenvolvimento de outras iniciativas. “Foi muito enriquecedor, não só porque eles tiveram a oportunidade de conhecer o Brasil, como também de ajudar a pensar alguns casos, se internacionalizar e praticar a interculturalidade”, explica.

    No próximo ano letivo, que se inicia em setembro, os estudantes terão mais um semestre de aulas e o segundo período será dedicado para escrever a dissertação e cumprir um estágio obrigatório. 

    O Mestrado em Desenvolvimento Territorial Sustentável Erasmus Mundus existe desde 2011 e conta com a parceria do Sebrae há um ano. O programa está na sétima turma e o Brasil foi o primeiro país escolhido para sediar a escola de inverno.

    “Nós temos uma atuação muito presente nesse sentido e acreditamos que ter a perspectiva do mestrando em localidades do nosso estado amplia o nosso olhar e a nossa atuação no sentido de conhecer o que podemos fazer a mais para que a prática do desenvolvimento, dentro de uma visão sistêmica, esteja cada vez mais presente nos pequenos negócios”, afirma Maristela França, diretora técnica do Sebrae/MS.

    ASSECOM


    Imprimir