Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    09/08/2018

    Aposentados e pensionistas do INSS recebem 1ª parcela do 13º em agosto

    Primeira parcela do 13º salário será paga a partir de 27 de agosto

    ©Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr
    Cerca de 30 milhões de aposentados e pensionistas vão receberem antecipadamente o 13º salário. O INSS vai fazer os pagamentos da primeira parcela a partir de 27 de agosto até 10 de setembro.

    Com a data de pagamento do 13º se aproximando, o jornal Extra reuniu algumas orientações do presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, sobre o uso do dinheiro. Ele destaca que a forma de utilizar os recursos depende muito da situação em que a pessoa se encontra: endividada, com o orçamento equilibrado ou com uma reserva que pode ser investida em alguma aplicação.

    "Fazer um diagnóstico financeiro, detalhando os gastos e ganhos ao longo de um mês, é fundamental, pois só assim a pessoa saberá sua real situação. É importante não se esquecer dos compromissos, como os parcelamentos ", diz Domingos.

    Se o aposentado ou pensionista tiver dívidas a quitar, por exemplo, o primeiro passo é saber o quanto será preciso para pagar e para quem deve. Domingos destaca que a prioridade deve ser sempre das contas com juros mais altos, como cheque especial e o rotativo do cartão de crédito, que tem taxas anuais que passam dos 300%.

    Domingos destaca ainda que, antes de receber o 13º, o endividado pode negociar a dívida e conseguir mais prazo para pagar, taxas menores, ou até mesmo desconto no pagamento à vista. Se o segurado conseguir quitar a dívida, o que sobrar deve ser guardado para emergências ou para pagar contas futuras, como impostos de início, de ano, tais como IPTU e IPVA.

    "Quem deve não pode pagar antes de negociar. Em alguns casos, a negociação com o banco pode dar descontos superiores a 50%. E, para o segurado que está mais em dia com a vida financeira, a dica é nunca deixar o dinheiro na conta-corrente, porque inevitavelmente ele será gasto. O ideal, se for um pequeno valor, é colocar na poupança e, em caso de benefícios maiores, uma aplicação. Para isso, é importante conversar com o gerente", destaca.Calendário do INSS

    A data do pagamento é feita com base no número final do benefício, sem considerar o dígito.

    Para quem ganha até um salário mínimo (até R$ 954):

    Final data do pagamento

    1 27/08/18

    2 28/08/18

    3 29/08/18

    4 30/08/18

    5 31/08/18

    6 03/09/18

    7 04/09/18

    8 05/09/18

    9 06/09/18

    0 10/09/18

    Para quem ganha mais de um salário mínimo (acima de R$ 954):

    Finais data do pagamento

    1 e 6 03/09/18

    2 e 7 04/09/18

    3 e 8 05/09/18

    4 e 9 06/09/18

    5 e 0 10/09/18

    NAOM


    Imprimir