Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    27/07/2018

    Harfouche desiste do Senado e vai enfrentar campanha pelo Governo do Estado

    Procurador diz que atende clamor de filiados e partidos

    ©Arquivo TopMidiaNews
    O procurador de Justiça Sérgio Harfouche disse, nesta sexta-feira (27), em entrevista ao site TopMídiaNews, que abriu mão de sua pré-candidatura ao Senado para disputar a vaga ao Governo do Estado. Harfouche disse que nos últimos meses foi 'bastante' procurado por diversos partidos e a mudança no rumo da campanha foi a pedido do Partido Social Cristão (PSC), ao qual é filiado.

    "O que tem acontecido é que eu estava com um proposta para o Senado, mas diversos partidos têm me assediado nestes últimos meses. Vejo que há uma urgência para o Estado, tenho consultado diversas fontes e vejo que é necessário uma quarta via, além das três que estão postas", disse o procurador em referência a Reinaldo Azambuja (PSDB), André Puccinelli (MDB) e Odilon de Oliveira (PDT).

    Harfouche informou que o pedido para mudar o projeto foi feito na tarde de ontem (26), pelo membros do partido. "Estava fora do Estado, mas houve uma reunião com o meu partido e os pré-candidatos. Eles acharam que deveria ser para o Governo do Estado. Em vista disto, sacrifico o meu projeto para o Senado em detrimento desse clamor solicitando o meu nome. A agente não anda sozinho e, atendendo a essas avaliações, decidir disputar a vaga para o Governo do Estado".

    Ao ser questionado sobre como deve ficar os arcos de alianças, Sérgio Harfouche disse que prefere esperar 'porque ainda tem partido chegando no PSC'. "Não quero correr o risco de deixar ninguém de fora, mas são vários partidos que vêm somar e pediram esse apoio para esta quarta via", finaliza.

    Fonte: TopMídiaNews
    Por: Rodson Willyams


    Imprimir