Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    21/05/2018

    Sesc Cultura terá curso sobre arte brasileira com Aline Figueiredo

    ©Divulgação
    Em junho, artistas e amantes da história da arte têm encontro marcado com uma das maiores autoridades no assunto, a crítica Aline Figueiredo, que ministrará curso no Sesc Cultura entre os dias 06 e 09, sendo de quarta a sexta-feira das 19h às 21 horas e no sábado, das 10 às 12 horas. Para se inscrever, é preciso levar à unidade três litros de leite longa vida, que serão revertidos ao Mesa Brasil Sesc. As vagas são limitadas.

    O curso focará a história da arte brasileira tratando, entre outros temas, panorama da arte pré-histórica brasileira, barroco litorâneo e mineiro, o modernismo brasileiro e panorama da arte Mato-grossense, sul-mato-grossense e popular. Ao longo do curso, haverá projeção de mais de 2 mil imagens. 

    “Eu acho ótima essa participação, justamente comecei a dar minhas aulas em Campo Grande, em 1970, na unidade do Sesc da Afonso Pena”, relata. Aline explica que o curso agregará conhecimentos de história, geografia, cultura geral, mitologia, poesia e filosofia. “As artes plásticas estão em todos os segmentos”, justifica.

    A proposta do curso é fomentar, valorizar e difundir a história e memória locais através das artes; um trabalho que, ao mesmo tempo, capacita o público em geral. A palestra Arte Brasileira é uma ação formativa que visa difundir trabalho altamente relevante não apenas para as artes visuais no Centro-Oeste, mas para a cultura brasileira.

    Sobre Aline – Nascida em Corumbá, a crítica e historiadora de arte Aline Figueiredo idealizou, produziu e reuniu artistas modernos para a 1ª Exposição de Pintura dos Artistas Mato-grossenses, no Rádio Clube de Campo Grande, em 1966. Em 1967, organizou, com os artistas que surgiam, a Associação Mato-grossense de Artes (AMA), que teve papel fundamental na divulgação da produção regional. Como resultado, projetou nacionalmente diversos nomes, como Jorapimo, Humberto Espíndola, João Sebastião Costa, Clóvis Irigaray, Ilton Silva e Conceição dos Bugres.

    Entre os cinco livros de sua autoria, destacam-se Artes plásticas no centro-oeste, contemplado com o Prêmio Gonzaga Duque de melhor livro de arte de 1980; A propósito do boi, agraciado com Prêmio Alejandro José Cabaça, em 1996; e Dalva Maria de Barros – garimpos da memória, que recebeu o Prêmio Sérgio Milliet, em 2002.

    Serviço

    O Sesc Cultura fica na Avenida Afonso Pena, nº 2270 . O funcionamento da unidade é de terça a sábado, das 10h às 20 horas. Ações formativas seguirão até 22h30, conforme programação. Acompanhe no site sesc.ms.


    Fonte: Infinito Comunicação



    Imprimir