Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/05/2018

    JBS está cumprindo as obrigações com o governo, afirma Reinaldo

    Governador disse que a empresa está com funcionamento normal e pagando despesas ao executivo estadual

    Prefeito Marquinhos Trad (PSD), governador Reinaldo Azambuja e secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela ©Marina Pacheco
    O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que apesar do fechamento da unidade da JBS em Cassilândia – cidade que fica a 418 km da Capital - a empresa está com funcionamento normal nas demais filiais em Mato Grosso do Sul e também está cumprindo o pagamento das despesas com o executivo estadual.

    “O ritmo das atividades da empresa está normal no Estado, além disto a JBS aderiu ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal), inclusive pagando à vista as primeiras parcelas e tem cumprido rigorosamente com as despesas com o governo”, disse Reinaldo, durante evento da Caravana da Saúde nas Escolas.

    Ele também explicou que a situação da unidade de Cassilândia era um caso particular. “Se tratava de unidade de outro grupo que foi locado pela JBS, mas a manutenção da atividade foi proibida pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica”, pontuou o governador.

    A Prefeitura de Cassilândia conseguiu na justiça a desapropriação do prédio onde funcionava a unidade da JBS na cidade, de portas fechadas desde março deste ano. A ação movida pela prefeitura contra a empresa Forte S/A Empreendimentos e Participações, atual detentora do endereço, cobrava a desocupação do local por entender que a unidade é de “utilidade pública e interesse social”.

    Houve o depósito de indenização de R$ 320 mil pela desapropriação, referente aos valores das escrituras de venda e compra e também pelo laudo oficial de avaliação da Comissão de Avaliação de Imóveis Urbanos e Rurais de Cassilândia, que fará levantamento de sobre equipamento e móveis, presentes na unidade.

    Esclarecimentos - Em nota, a JBS esclareceu que o processo judicial não foi ajuizado contra a Companhia e também que o contrato de arrendamento da planta de Cassilândia (MS), já se encontra finalizado. O encerramento das operações da JBS na unidade se deu em decorrência da determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

    Fonte: campograndenews
    por: Leonardo Rocha e Danielle Valentim


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS