Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    25/05/2018

    Em discurso de apoio a caminhoneiros, parlamentar disse que paralisação serve de alerta para o Governo

    ©Divulgação
    Em sessão realizada nesta semana na Câmara, o deputado federal Fábio Trad (PSD-MS) mais uma vez marcou posição e foi um dos poucos a se pronunciar favoravelmente à paralisação dos caminhoneiros, que protestam em todo o País contra a alta dos preços do combustível.

    “O aumento obsceno do preço dos combustíveis inviabiliza o transporte rodoviário no Brasil, por isso essa paralisação é legítima e muito importante”, disse Fábio Trad, que conta com o apoio do presidente do Sindicato de Transportes Rodoviários do Mato Grosso do Sul, Roberto Sinai.

    Em outra ocasião, o parlamentar usou o microfone para dar voz ao trecho de uma nota oficial da Associação dos Engenheiros da Petrobras contra “falácias propagadas por alguns setores da imprensa brasileira”, que estariam alegando que a mudança na política de preços da estatal afetaria sua capacidade empresarial.

    “Esclarecemos à sociedade que a mudança na política de preços com a redução dos preços no mercado interno tem o potencial de melhorar o desempenho corporativo ou de ser neutra, caso a redução de preços nas refinarias seja significativa na medida em que a Petrobras pode recuperar o mercado entregue aos concorrentes por meio da atual política de preços. Além da recuperação do mercado perdido, o tamanho do mercado tende a se expandir porque a demanda se aquece com preços mais baixos”.

    Após leitura da nota, o deputado reforçou seu apoio à mobilização dos caminhoneiros em todo o País que, segundo ele, enfrentam latrocínios nas estradas, assaltos, buracos, precariedade nas estradas, corrupção de alguns agentes públicos em alfândegas tributárias.

    “E mesmo assim, eles nunca pararam! O que está acontecendo é um alerta para que o Governo assuma o protagonismo com medidas que suplantem as dificuldades que estão inviabilizando o setor rodoviário nacional”.

    ASSECOM


    Imprimir