Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    09/05/2018

    ALMS| Deputados falam da profissionalização para atuação nos casos de abusos sexuais

    ©Luciana Nassar 
    Mato Grosso do Sul está em primeiro lugar no ranking de estupros de crianças e adolescentes em todo o País. Dados da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) apontam que 70% dos casos aconteceram em ambiente familiar. Na sessão desta quarta-feira (9), os deputados debateram a campanha Maio Laranja e a importância da profissionalização para atuação nos casos de violência sexual.

    O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Professor Rinaldo (PSDB), ressaltou que o Poder Executivo levará a campanha Maio Laranja às escolas. “São grupos mais expostos e vulneráveis a sofrer violações de seus direitos, afetando diretamente a saúde física, mental e emocional. É preciso quebrar o silêncio e fazer a denúncia pelo Disque 100. Os índices nos envergonham e para minimizar os efeitos dessa violência, o Estado levará o programa em todas as escolas, uma vez que na fase da adolescência esse fenômeno ganha maior visibilidade e as vítimas passam a ser os agressores”, destacou. 

    O deputado Barbosinha (DEM) destacou que o problema demanda conscientização e participação efetiva da sociedade, em especial dos profissionais da Educação, da Saúde, da Segurança Pública e do Judiciário, por estarem em contato com as vítimas. “É fundamental preparar os ambientes e os profissionais para dialogar com as crianças e adolescentes abusados sexualmente. Compete aos mesmos a função de fazer um diagnóstico especializado, bem como nos casos de suspeita ou confirmação do crime”, falou. 

    Maurício Picarelli (PSDB) também falou da relevância da preparação durante a conduta dos profissionais perante a vítima da violência. “Existe uma dinâmica para reconhecer comportamentos característicos das vítimas de abuso. A criança que foi estuprada é levada para prestar depoimento na delegacia, sofrendo e revivendo o que passou. Por isso, defendo a profissionalização para atuação nesses casos”, salientou.

    Autor da Lei que institui o mês Maio Laranja e o Dia de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Estado de Mato Grosso do Sul, o deputado Herculano Borges (SD) informou que vídeos tratando do assunto, usando linguagem para o público-alvo, estão em fase de conclusão. “Vamos divulgar os vídeos nas escolas do Estado. Constatamos a necessidade de abordar a violência sexual de forma mais esclarecedora. Pela conscientização e divulgação, podemos vislumbrar um futuro livre do abuso contra as crianças e adolescentes”, afirmou Herculano.

    Fonte: ASSECOM
    Por: Heloíse Gimenes 
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS