Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    18/05/2018

    Acusado de pedofilia, comerciante passa por audiência de custódia à tarde

    Homem de 39 anos preso em flagrante ontem na Operação Luz da Infância 2 foi levado para a Penitenciária Estadual de Dourados

    Toni Siqueira foi autuado em flagrante após a polícia encontrar material com pornografia infantil na casa dele ©Adilson Domingos
    O comerciante Toni Martins Siqueira, 39, preso em flagrante ontem (17) dentro da Operação Luz da Infância 2, desencadeada em todo o país para combater a pedofilia, passou a noite na PED (Penitenciária Estadual de Dourados). Ele foi levado ainda ontem para o presídio e às 13h desta sexta-feira vai passar por audiência de custódia no Fórum da Justiça Estadual.

    Dono de uma empresa de pintura personalizada em veículo e capacete de moto, Toni foi preso na empresa dele, onde também mora, no Jardim Tropical, região oeste de Dourados.

    Policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais), da Polícia Civil, que cumpriram dois mandados de busca e apreensão contra Toni encontraram grande quantidade de material com pornografia infantil, inclusive vídeos de estupro de crianças. CDs, pen drives, notebook, um HD externo e um celular com o material pornográfico foram apreendidos.

    O comerciante foi preso em flagrante por armazenar e compartilhar imagens de sexo com crianças, com base no artigo 241-A do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Toni disse ao ser preso que apenas recebia e “fica olhando” os vídeos e imagens. Ao ser atuado em flagrante, manteve a versão de que apenas olhava as fotos e vídeos, mas não repassava.

    Entretanto, o delegado Rodolfo Daltro, do SIG, disse que a polícia vai investigar se crianças eram levadas ao local onde o comerciante mora para serem estupradas.

    Fonte: campograndenews
    Por: Helio de Freitas, de Dourados


    Imprimir