Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    01/04/2018

    Três são presos por dirigirem bêbados durante operação na Afonso Pena

    Operação Blitz da Lei Seca foi realizada por equipes do Batalhão da Polícia Militar de Trânsito e do Detran

    © Divulgação
    Três motoristas foram presos na madrugada deste domingo (1º) por embriaguez em Campo Grande. Os flagrantes aconteceram durante a Operação Blitz da Lei Seca, realizada por equipes do Batalhão de Polícia Militar de trânsito e do Detran, na Avenida Afonso Pena, próximo ao Shopping Campo Grande.

    Conforme os boletins de ocorrência, os três autores foram abordados durante a ação realizada na principal avenida da cidade, no cruzamento com a Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camillo. O primeiro condutor detido, dirigia um Peugeot 206 quando foi parado na blitz.

    Segundo a polícia, o homem de 46 anos apresentava sinais de embriaguez e por isso foi convidado a fazer o teste do bafômetro. O motorista aceito e o resultado foi de 0,62 miligramas de álcool por litro de ar, por isso acabou preso em flagrante.

    Horas depois, os policiais abordaram outros dois motoristas. O condutor de um Ford EcoSport também foi preso depois de passar pelo teste do etilômetro e ficar constatado 0,49 miligramas de álcool em seu organismo. Ainda conforme a polícia, o rapaz de 24 anos, estava com a fala alterada, o andar lento e forte cheiro de bebida quando foi parado na blitz.

    Assim como ele, o motorista de um Renault Kwid chamou atenção dos policiais durante as ações. O homem de 60 anos também aceitou fazer o teste do bafômetro, que apontou 0,70 miligramas de álcool por litro de ar. Ele foi preso em flagrante e o carro levado ao pátio de Detran, já que não havia condutor habilitado para ficar responsável pelo veículo.

    As três prisões foram registradas na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro como conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência. O balanço da operação realizada nesta madrugada ainda não foi divulgado.

    Por: Geisy Garnes
    Imprimir