Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    02/04/2018

    CHAPADÃO DO SUL| Município é o primeiro de MS em projeto da Unicef contra evasão escolar


    Com 4.026 alunos matriculados na rede municipal de ensino, Chapadão do Sul pretende acabar com a evasão escolar na cidade. Considerada referência em educação, é a primeira de Mato Grosso do Sul a ingressar no Busca Ativa Escolar, um programa da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e parceiros criado para ajudar os prefeitos a identificarem quem está fora da escola.

    A adesão à plataforma do Busca Ativa Escolar foi assinada pelo prefeito João Carlos Krug, com o objetivo principal de listar as crianças de 4 a 16 anos que estejam fora da escola, e inseri-las de volta ao contexto escolar. “E depois acompanhar o desenvolvimento de cada uma delas, verificando está realmente aprendendo e para que não saia novamente da escola”, explica o prefeito.

    “Hoje temos 11 unidades na Rede Municipal de Ensino e priorizamos todos os aspectos para manter a oferta de uma educação de qualidade, com o desenvolvimento de várias ações”, complementou o secretário de Educação, Guerino Perius. Entre elas, Guerino destaca a educação integral que, segundo ele, prepara o aluno para viver e atuar na sociedade de modo comprometido e produtivo.

    “Neste contexto, a Busca Ativa Escolar vem subsidiar a ação de que toda criança precisa estar e permanecer na escola. É nisso que acreditamos”, acrescentou Krug, lembrando que a cidade conta com 197 profissionais efetivos cuidando dos estudantes da educação infantil e ensino fundamental e que o “aperfeiçoamento constante dessa força de trabalho também é outra vertente da atual Administração Municipal”.

    A plataforma gratuita que Chapadão do Sul aderiu apoia os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. Por meio dessa ferramenta, municípios e estados tem dados concretos que possibilitam planejar, desenvolver e implementar políticas públicas que contribuam para que todos estejam na escola, e aprendendo.

    Fonte: ASSECOM
    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS