Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/03/2018

    ‘VII Encontro de Gestores de RHs da Cassems’ promove debate sobre violência contra a mulher

    ©Messias Ferreira
    Aconteceu, na última quarta-feira (14), no Novotel, a sétima edição do “Encontro de Gestores de RHs da Cassems”. O evento, que teve como tema “Família: Um bem que merece ser cuidado”, é realizado anualmente com o objetivo de estreitar laços e o relacionamento entre a Cassems, as secretarias e os órgãos conveniados. Nesta edição, o encontro realizou palestras e debates sobre políticas públicas no enfrentamento da violência contra a mulher.

    O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, abriu o encontro falando sobre o planejamento estratégico adotado pela Caixa dos Servidores. Também palestraram Cleber Tejada e Jucli Stefanello, diretor Jurídico e a diretora de Clientes da Cassems, respectivamente, a gerente de Contas Médicas e Negociações da Caixa dos Servidores, Tatiane Andrade, e a juíza de Direito, Jaqueline Machado.

    Representando o departamento pessoal da prefeitura de Jaraguari, Gesica Marquês acredita ser muito válido participar do encontro porque as informações recebidas são muito úteis para os usuários do município. “Participar desse evento tem muita importância para a saúde do município, porque o nosso objetivo é que todos tenham acesso ao plano de saúde e a um sistema de saúde melhor para todo mundo. É bastante importante que a Cassems realize esse encontro porque muita gente tem dúvida, sobre os descontos, os dependentes e, assim, a gente consegue saná-las”, avalia.

    Moisés Bento participou do encontro representando a previdência do município de Naviraí. Para ele, sair de Campo Grande com informações exatas facilita a comunicação com os usuários da sua cidade.

    “A importância maior é estar ciente das normas do convênio, principalmente, das últimas alterações, para que a gente possa informar o beneficiário. Então, o mais importante é ter condições de fazer todo o procedimento correto e dar as informações exatas aos nossos usuários. Eu quero parabenizar a Cassems pela atitude, porque essa inciativa é o feedback que nós precisamos, porque é aqui que nós podemos tirar nossas dúvidas e melhorar a parceria com o convênio”, afirma.

    A gerente de Contas Médicas e Negociações da Caixa dos Servidores, Tatiane Andrade, falou sobre a Clínica da Família, estrutura recém-inaugurada com foco no atendimento integral. “A gente está mudando o conceito de assistência à saúde, deixando de ter o foco na Medicina de especialistas e passando a ter um olhar mais integral da saúde, com foco na prevenção e na promoção da saúde. O eixo principal é cuidar da saúde do nosso beneficiário. Quando o beneficiário for até a Clínica da Família, a gente convida os seus familiares para fazer consulta, então, a gente vai cuidar da família, como um todo”, conta.

    A palestra do diretor Jurídico da Cassems, Cleber Tejada, foi dividida em duas partes: primeiro, falou dos desafios do setor suplementar e, posteriormente, esclareceu dúvidas sobre as decisões da Assembleia Geral Ordinária (AGE), acontecida em dezembro passado.

    “O objetivo da palestra é trazer as características fundamentais da Cassems, qual é o objetivo social da empresa, como ela tem se comportado diante dos desafios do setor suplementar e como a gente tem lidado com essas situações. Também falei sobre as decisões da AGE, realizada ano passado, acerca das taxações. Essa questão envolvia uma ameaça de um prejuízo muito grande, que poderia até inviabilizar os projetos da Caixa dos Servidores para o futuro. Numa decisão democrática, oportunizando o debate coletivo, os beneficiários votaram pela implementação de um percentual para os dependentes, possibilitando que aqueles servidores públicos, que são casados, possam usufruir da condição de dependente, desde que assuma a condição de associado titular aquele com maior renumeração. Então, trouxemos esses esclarecimentos, trazendo respostas as duvidas que surgiram no plenário”, explica.

    A juíza de Direito e coordenadora da mulher em situação de violência doméstica e familiar de Mato Grosso do Sul, Jaqueline Machado, foi convidada para falar sobre a violência contra a mulher. Segundo ela, o sistema de saúde, seja ele público ou suplementar, é um forte aliado no combate a esse tipo de violência.

    “O tema da palestra justamente se refere a essa questão de que essa violência contra a mulher é um fator de saúde pública. A maioria das mulheres que são vítimas de qualquer tipo de crime vão para o sistema de saúde e a Cassems, fazendo parte disso, recebe muitas mulheres. Então, é importante que esses atendentes saibam como receber essa mulher, de que forma ela tem que ser acolhida e quais as orientações necessárias para que ela possa dar um encaminhamento a sua situação de violência. Isso é fundamental para o enfrentamento da violência contra a mulher. A Cassems trazer essa discussão para dentro da instituição é muito positivo, até porque, ela tem várias mulheres nos cargos de diretoria e isso significa igualdade de gênero e faz com que uma empresa cresça mais ainda. É muito bom uma empresa ter dentro dela as duas visões de mundo, a masculina e a feminina, porque dá um equilíbrio muito bom para a empresa e a Cassems está de parabéns”,

    Para a diretora de Clientes da Cassems, Jucli Stefanello, ao abordar a violência contra a mulher, o encontro corrobora o atendimento humanizado prestado pela Caixa dos Servidores. “O sétimo Encontro de RHs veio com um foco na família, no atendimento acolhedor e, também, na violência contra a mulher. Nós precisamos municiar nossas frentes de atendimento com informações sobre esse tipo de violência. Dentro desse atendimento humanizado que a Cassems presta, não pode deixar de fora esse assunto muito importante”, afirma.

    Ricardo Ayache, presidente da Cassems, fez a abertura do evento apresentando o planejamento estratégico adotado pela Caixa dos Servidores que será o guia para o futuro da empresa.

    “É um evento importantíssimo porque reúne todos os profissionais de Recursos Humanos do Estado que estão em contato direto com os servidores públicos. O nosso objetivo aqui é apresentar um planejamento estratégico que nós estamos realizando na Cassems porque, depois de crescer tanto, nós precisamos olhar para aquilo que nós precisamos melhorar e aquilo que nós desejamos para o futuro. Esse planejamento será o nosso guia para a construção de uma Cassems ainda melhor para todos os servidores públicos”, pontua.

    Ayache também acredita que debater a violência contra a mulher é dever de todos e a Cassems não poderia se furtar de incluir essa discussão em sua pauta. “O debate de ideias é sempre muito importante e discutir a violência contra a mulher é fundamental para todo cidadão. Nós tivemos a honra de ter a juíza Jaqueline que trouxe informações sobre o combate a violência contra a mulher”, finaliza.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir