Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    03/03/2018

    TRÊS LAGOAS| Empresário deve investir R$ 100 milhões na instalação de fábrica de papel no município

    Fábrica deve ser instalada em uma área de 83 mil metros quadrados no Distrito Industrial

    © Divulgação
    Uma indústria fabricante de papel toalha, higiênico, lenço de papel, de embalagens para lojas, entre outros produtos, pretende se instalar em Três Lagoas. Para tanto, já protocolizou uma carta consulta na Secretaria de Desenvolvimento Econômico com o valor do investimento, geração de empregos previstos e prazo para início e conclusão das obras.

    O empresário solicitou uma área de 83 mil metros quadrados no Distrito Industrial para a instalação da fábrica que, vai ocupar 60% do espaço, segundo o secretário da pasta, Antônio Empke Junior, devido à instalação do armazém, caldeira, entre outras repartições.

    O secretário de Desenvolvimento Econômico visitou na semana retrasada as instalações das unidades matriz que ficam em Guarulhos e Itaquaquecetuba, ambas em São Paulo. Segundo ele, o empresário pretende investir R$ 100 milhões na fábrica de Três Lagoas que, na primeira fase, deve gerar 100 empregos diretos. 

    Na próxima semana o secretário deve apresentar o projeto dessa indústria aos vereadores com o pedido de doação da área. Empke informou que essa empresa é cliente das duas fábricas de celulose instaladas em Três Lagoas. Recentemente, segundo o secretário, a empresa comprou R$ 25 milhões de celulose de uma das fabricantes da cidade que inaugurou a segunda linha.

    Após análise da Câmara, o secretário acredita que, se o projeto de doação da área for aprovado, o processo para dar início à instalação do empreendimento possa começar em abril. E, tão logo o empresário consiga as licenças ambientais necessárias, poderá iniciar as obras.

    MAIS EMPRESAS

    Ainda segundo o secretário, existem outras empresas que já protocolizaram carta consulta e que estão realmente interessadas em investir em Três Lagoas. Uma delas é na área de fiação e cobre que deve gerar 40 empregos. Outra de artefato de concreto, e a multinacional de origem austríaca, Andritz que vai investir R$ 25 milhões e gerar 75 empregos direto, bem como a expansão de uma indústria calçadista.

    Fonte: JPNews
    Por: Ana Cristina Santos


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS