Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    27/02/2018

    Governo quer Pantanal preservado e com pecuária sustentável, afirma Reinaldo Azambuja

    © Chico Ribeiro
    Criar gado de maneira sustentável no Pantanal e com apoio do Governo de Mato Grosso do Sul já é possível. Nesta terça-feira (27.2), o governador Reinaldo Azambuja lançou o programa “Carne Sustentável e Orgânica do Pantanal” que estimula a produção com responsabilidade ambiental e contribui com preservação de um dos biomas mais ricos do mundo.

    “É uma iniciativa para darmos mais competitividade ao produtor do Pantanal e incentivarmos a pecuária bovina de baixo impacto ambiental. O programa ‘Carne Sustentável e Orgânica’ funciona ainda como ferramenta para continuarmos com um alto nível de preservação do nosso bioma e estimularmos a atividade econômica focando na rentabilidade do homem pantaneiro”, afirmou.

    Na prática, o Governo vai oferecer incentivos aos produtores com isenção de impostos. A redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) pode chegar a 50% na produção sustentável e a 67% na produção orgânica. “A nossa ideia é que os produtores iniciem o trabalho na sustentabilidade e depois caminhem para a carne orgânica”, disse o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

    Entre os benefícios da modalidade de produção estão a valorização do homem pantaneiro, com a tradição de processos produtivos que historicamente preservam o Pantanal; o bem-estar animal registrado em todas as fases do processo produtivo; a responsabilidade ambiental com a conservação da biodiversidade e do ecossistema; e a responsabilidade social, registrada com a carne livre de resíduos químicos e que atende a consumidores comprometidos socialmente.

    “Vamos incentivar a produção pantaneira de forma sustentável para mantermos a atividade natural das propriedades. Hoje, mais de 80% do Pantanal sul-mato-grossense é de vegetação nativa. Agora, as propriedades terão um ganho a mais com o incentivo proporcionado pelo Governo do Estado”, concluiu o governador Reinaldo Azambuja.

    Informações sobre adesão ao programa “Carne Sustentável e Orgânica do Pantanal” podem ser obtidas no site da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar. Veja mais fotos.

    Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul 
    Por: Bruno Chaves – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS