Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    17/02/2018

    Giba consegue suspender prisão por não pagar pensão dos filhos

    Suspensão de decreto de prisão durará até que jogador vá a audiência.

    © Arquivo
    Ícone do voleibol brasileiro, o ex-ponteiro Giba conseguiu suspender um pedido de prisão por meio de uma liminar expedida nesta sexta-feira (16), até que seja realizada um audiência marcada para as próximas semanas.

    Giba foi alvo de um decreto de prisão de 60 dias no dia 9 de fevereiro, por não ter pago a pensão alimentícia dos seus filhos Nicoll e Patrick, com a também ex-jogadora de vôlei Cristina Pirv.

    A dívida de Giba chega a aproximadamente dez meses de pensão. Ele alega não ter como pagar os valores, e inclusive luta na Justiça para reduzir o valor repassado à sua ex-esposa. Atualmente, o atleta tem pago apenas parte da pensão.

    O advogado de Giba, José Rodrigo Sade, afirma que seu cliente está tranquilo, e que é pouco provável que seja presa. Já o advogado de Cristiane, Rodrigo Reis Silva, alegou que irá tentar reverter a suspensão da ordem de prisão na próxima segunda-feira (19).

    O ex-ponteiro tem passado as últimas semanas na capital da Coreia do Sul, Pyeongchang, onde tem ajudado a Federação Internacional de Vôlei a conduzir o vôlei na neve, durante os Jogos Olímpicos de Inverno.

    Fonte: Midiamax
    Por: Joaquim Padilha


    Imprimir