Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    27/02/2018

    "Aumento de taxas não é solução", afirma OAB/MS após retirada de projeto

    Será criada comissão entre representantes do legislativo e do judiciário para analisar proposta que prevê reajuste nos serviços notariais.

    OAB/MS defendeu a retirada da tramitação, na Casa de Leis, de projeto que prevê revisão de taxas cartorárias. (Foto: Divulgação/OAB)
    A OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) divulgou nesta terça-feira (27) que a suspensão pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul do projeto que prevê revisão das taxas cartorárias se deve, principalmente, à veemente atuação da entidade desde quando a proposta veio à tona.

    O projeto foi encaminhado à Casa de Leis pelo Tribunal de Justiça em dezembro de 2017, propondo aumentando dos valores cobrados dos jurisdicionados para a maioria dos serviços notariais.

    O texto foi fortemente criticado pela OAB/MS, que cogitou meio judiciais junto ao Supremo Tribunal Federal caso houvesse aprovação da proposta. 

    “O aumento de taxas e impostos não é o caminho para solucionar problemas do setor público. A saída está na adoção de medidas que visem a economia na gestão, com transparência e eficiência dos gestores”, divulgou.

    A suspensão da tramitação do projeto foi definida nesta segunda-feira (26), durante reunião entre os presidentes da Assembleia, deputado Júnior Mocchi, e do Tribunal de Justiça, Divoncir Maran.

    “Houve sensibilidade na decisão e o bom senso prevaleceu na suspensão do projeto, principalmente em razão do momento econômico que estamos vivendo” declarou o presidente da Ordem, Mansour Elias Karmouche.

    A proposta, agora, será analisada por meio de uma comissão que será criada por representantes do legislativo e do judiciário.

    Fonte: campograndenews
    Por: Anahi Gurgel


    Imprimir