Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    17/01/2018

    Motoristas de MS poderão apresentar habilitação digital a partir desta quarta-feira

    A CNH-e tem o mesmo valor do documento impresso e não implicará em custos para o usuário

    Divulgação
    A partir desta quarta-feira (17) os motoristas sul-mato-grossenses poderão utilizar a CNH-e (Carteira Nacional de Habilitação). A versão é acessível offline, sem necessidade de conexão wi-fi ou dados móveis habilitados. O serviço funciona por meio de um aplicativo gratuito, que pode ser baixado pelo Play Store e pela App Store.

    De acordo com o Detran-MS (diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito), Roberto Hashioka, a CNH-e tem o mesmo valor do documento impresso e não implicará em custos para o usuário.

    Conforme divulgado pelo Detran-MS, a CNH-e só pode ser gerada para quem tem a última versão da CNH impressa, que conta com um QR Code na parte interna. O código está disponível nos documentos de habilitação emitidos a partir de 02 de maio de 2017.

    Caso o usuário deseje o documento digital e não possua a última versão da CNH, ele deverá antecipar a renovação ou solicitar uma segunda via, nestes casos específicos é necessário pagar as taxas do órgão.

    A versão impressa continuará sendo emitida normalmente, mas o condutor poderá dirigir apenas com a CNH-e. Nesse caso, deverá atentar para o funcionamento de seu smartphone, já que, para efeitos de fiscalização, se o aparelho estiver descarregado, será considerado que a CNH não está sendo portada. 

    Por: Guilherme Henri (Com assessoria)


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS