Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    11/12/2017

    Tiririca usa cota parlamentar para viajar a locais onde faria shows

    Na semana passada, deputado fez discurso na Câmara dos Deputados anunciando que deixaria a política por se sentir envergonhado com o que viu durante seus mandatos

    © Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Depois de sete anos como deputado federal, o palhaço Tiririca (PR-SP) fez, na quarta-feira (6), o seu primeiro e último discurso, segundo ele mesmo, na tribuna da Câmara dos Deputados.

    Na fala, que durou cerca de oito minutos, ele disse estar "abandonando a vida pública". "Estou saindo triste para caramba. Estou saindo muito chateado, muito chateado mesmo com a nossa política, com o nosso Parlamento. Como artista popular que sou e político que estou, estou saindo chateado", disse Tiririca.

    E prosseguiu: "O que eu vi nos sete anos aqui, eu saio totalmente com vergonha. Não vou generalizar, não são todos. Tem gente boa aqui dentro", afirmou o deputado.

    O que Tiririca não mencionou, de acordo com levantamento feito pelo Correio Braziliense, foi que usou dinheiro público, referente à cota parlamentar a que tem direito, para pagar passagens aéreas dele e de seus assessores rumo a locais onde faria shows.

    Segundo consta no site da Câmara, a verba deve ser "destinada a custear os gastos dos deputados exclusivamente vinculados ao exercício da atividade".

    O parlamentar foi procurado, por meio de sua assessoria, mas ainda não se pronunciou sobre o assunto.

    Veja abaixo algumas viagens custeadas por Tiririca, este ano, com a cota parlamentar:

    6 de outubro

    Passagens compradas no valor de R$ 934,90, do Rio para Brasília, em nome do também assessor do deputado João Júnior. No mesmo dia, Tiririca tinha apresentação na capital fluminense.

    11 de agosto

    Passagens no valor de R$ 2.746,52 para Ipatinga (MG), onde o deputado se apresentaria um dia depois. No mesmo dia 11, seguiria para uma cidade próxima, Teófilo Otoni (MG), onde tinha show.

    9 de maio

    Passagens compradas no valor de R$ 3.813,38, com destino a Aracaju (SE), para ele e para a assessora. Cinco dias depois, o deputado faria show na cidade.

    3 de maio

    Passagens compradas no valor de R$ 2.045,38, dessa vez apenas no nome da assessora Loianne Lacerda, para Teresina (PI). Mais uma vez, Tiririca se apresentaria nos municípios de Piripiri, Picos e na própria capital do Estado, dias 5, 6 e 7 do mesmo mês, respectivamente.

    6 de abril

    Passagens compradas no valor de R$ 2.205,58 para Ilhéus (BA), onde Tiririca tinha show, dois dias depois. Além da passagem dele, foi adquirida também a da assessora Loianne Lacerda, que o acompanhou. No dia 7, ele também subiu ao palco, na cidade de Jequié (BA), enquanto no dia 9 se apresentou em Itabuna (BA).

    Fonte: NAOM


    Imprimir