Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    19/12/2017

    Estátua de Manoel de Barros é inaugurada em aniversário de 101 anos do poeta

    Para o autor, Ique Woitschach, a obra de arte interativa

    Após toda polêmica, estátua de bronze foi instalada © Álvaro Rezende
    Após toda polêmica envolvendo a estátua de bronze do poeta Manoel de Barros, o monumento foi finalmente instalado no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua Rui Barbosa, embaixo de uma figueira centenária na principal via de Campo Grande. Para o autor, Ique Woitschach, a obra de arte interativa aproxima a cultura da população e dá a oportunidade a quem não tem a chance de ir ao museu, por exemplo.

    "Ela tinha que ficar aonde ficou. Estou satisfeito com o local onde foi instalada. Ela é interativa para que as pessoas se aproximem de Manoel de Barros", disse.

    Titular da Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania (SECC), Athayde Nery, falou sobre uma grande preocupação que é a depredação da estátua por vândalos. "Não acredito nisso. A estátua está num lugar visível e as pessoas vão cuidar. E dá luz para o lugar, afasta os vândalos", explicou o secretário.

    A estátua é inaugurada no dia em que Manoel completaria 101 anos de idade. Além da estátua de 1,38x1,60 metros, o artista presenteou o prefeito Marcos Trad (PSD), a família, o Sesc e a Energisa com réplicas menores do monumento.

    Anteriormente, a estátua estava programada para ser instalada no canteiro central da Afonso Pena, entra e Rua 13 de Maio e Rui Barbosa.

    Segundo Maysa Andrade de Barros, que foi casada com um dos filhos do poeta, toda família está contente com a homenagem. "São sete netos e seis bisnetos. Todos estão felizes e contentes. A dona Estela [esposa] não pode estar presente, pois está bem idosa, mas todos ficaram contentes com a homenagem", afirmou.

    Fonte: CE
    Por: Leandro Abreu e Natália Yahn


    Imprimir