Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 9 de novembro de 2017

    TRÊS LAGOAS| Conferência Nacional de Vigilância em Saúde terá representantes do município em Brasília

    Entre os 34 delegados eleitos na 1ª Conferência Estadual, seis titulares e dois suplentes são de Três Lagoas

    © Divulgação

    Representantes da gestão, dos trabalhadores e dos usuários de Vigilância em Saúde do município de Três Lagoas foram eleitos na 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde, entre os 34 delegados a representarem Mato Grosso do Sul, na Conferência Nacional, em Brasília, agendada para o período de 28 de novembro a 1º de dezembro.

    Alcides Divino Ferreira, Maria Aparecida de Oliveira, como titulares, e Georgia Medeiros e Waldir José de Souza, como suplentes, foram eleitos delegados, representando os gestores da Saúde; Renato Soares e Maria José são os representantes dos trabalhadores; e Wilma Portela e Nilda Toralis foram eleitas delegadas para representar os usuários da Vigilância em Saúde.

    A 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde, com a participação dos delegados de Três Lagoas e Região, aconteceu em Campo Grande, na sede da Federação dos Trabalhadores em Educação (Fetems), nesta terça-feira (7) e quarta-feira (8), promovida pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e Conselho Estadual de Saúde (CES).

    O encontro reuniu profissionais, gestores, prestadores e usuários dos serviços de Saúde para o debate sobre políticas de Vigilância em Saúde, como diretrizes para o fortalecimento do SUS (Sistema Único de Saúde).

    Essa discussão, no âmbito da Política Nacional de Vigilância em Saúde, já ocorreu nas macrorregiões de Três Lagoas, Dourados, Corumbá e Campo Grande e, agora na conferência Estadual.

    Na 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde, em Brasília, os delegados estarão reunidos para discutir e definir “o papel da Vigilância na integralidade do cuidado individual e coletivo em toda a Rede de Atenção à Saúde”.

    O tema central continuará o mesmo da “Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público de Qualidade”, tendo como eixo principal da discussão a “Política Nacional de Vigilância em Saúde e o fortalecimento do SUS como direito à proteção e Promoção da Saúde do povo brasileiro”.



    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS